Meio Bit » Arquivos » Games » Relembrando: Comix Zone

Relembrando: Comix Zone

07/07/2009 às 18:51

Os videogames já receberam muitos jogos baseados em histórias em quadrinho, de ótimos games até títulos medíocres, porém, se houve um jogo que conseguiu captar fielmente o clima dos gibis, esse jogo se chama Comix Zone. Lançado em 1995, já no final da vida do Mega Drive, CZ é lembrado por todos aqueles que tiveram a oportunidade de percorrer as páginas dessa história.

dori_com_.06.09

Comiz Zone começa quando o desenhista Sketch Turner se prepara para trabalhar no seu mais novo quadrinho. A revista fala sobre uma raça alienígena que tenta invadir a terra e após um relâmpago, o vilão consegue escapar das páginas, aprisionando Turner em sua própria criação. Mesmo contando com o típico enredo do heróis que deve salvar o planeta, o jogo brilhava quando a jogatina começava.

Os criadores tiveram a simples, porém genial ideia de transformar o game em uma HQ em movimento. O protagonista tinha que passar de um quadro para outro, enfrentando desafios diversos em cada um deles e podendo escolher o caminho a ser tomado em determinadas partes. As falas eram representadas por balões típicos das revistas do gênero e o pulo do gato eram os inimigos desenhando em “tempo real” pelo vilão do jogo, inclusive com a mão dele sendo mostrada nessas horas. Do começo ao fim, Comix Zone foi feito para que nos sentíssemos dentro de um gibi em movimento e o resultado não poderia ter sido melhor.

Graficamente o jogo era impecável, sendo provavelmente o mais belo jogo que apareceu no console. As telas/quadrinhos era bastante coloridas, com personagens grandes e com pinturas que imitavam brilhantemente uma revista real. A trilha sonora também estava muito acima da média, com a versão européia inclusive tendo sido lançada com um CD contendo as músicas do game.

Apesar de ser um pouco curto, poucos foram aqueles que conseguiram chegar ao final de Comix Zone. O game tinha uma dualidade bem alta e derrotar certos inimigos era uma tarefa ingrata. De qualquer forma, se trata de um jogo fantástico, que infelizmente não foi apreciado por todos os jogadores e que deveria ter recebido mais atenção do que teve.

Aqui você confere uma propaganda bizarra do jogo e neste link é possível assistir uma versão demo que depois se transformou nesta maravilha chamada Comix Zone.

relacionados


Comentários