Meio Bit » Baú » Indústria » Stallman alerta contra os perigos do C# no Debian

Stallman alerta contra os perigos do C# no Debian

02/07/2009 às 17:04

Se juntar Kim Jon Ill, Hugo Chavez, Evo Morales e Ahmadinejah em um liquidificador da Blendtec, filtrar a relevância e deixar secar o que sobrar, com certeza teremos Richard Stallman. A maioria dos sites publica suas declarações apenas pelo valor humorístico, como a brilhante "Liberdade não é liberdade de escolha".

Agora o novo alvo do maior antipropagandista do Software Livre desde o GnuBabySealKiller 1.0 é o Mono, mais precisamente o C#.

A decisão do Ubuntu em manter o Mono, implementação Open Source do .Net, e do Debian, de incluir suporte a Mono e aplicações rodando no framework em sua versão 5.0, codinome "Lenny" caiu foi um banho de água fria no Fundador da Free Software Foundation.

Stallman acredita que o Mono é parte de um plano maligno da Microsoft, Fonte de Todo o Mal para destruir o Linux acrescentando-lhe funcionalidades.

Diz ele que o problema não são as aplicacões em si, mas o medo de que a Microsoft um dia exerça seus direitos de patentes sobre o C#.

Se a Microsoft fosse a única detentora de patentes do planeta, eu entenderia. Se o Mono não fosse Software Livre, reconhecido por TODOS os envolvidos sérios do Movimento, inclusive pelo pessoal do Debian, notórios "chatos", eu entenderia.

Só não entendo a necessidade do Stallman de falar besteira, sem antes pesquisar 5 minutos em seu navegador web via email e descobrir que C# é um Padrão ISO / ECMA, e se é para ter medo da Microsoft por causa de patentes de um padrão ISO, temamos então o ODF também.

Fonte: Desktop Linux

relacionados


Comentários