Meio Bit » Baú » Mobile » Google Andromeda, a suposta “fusão” entre Android e Chrome OS

Google Andromeda, a suposta “fusão” entre Android e Chrome OS

Google pode apresentar outra novidade no dia 04/10: referências no Android 7.0 apontam para o Andromeda, um híbrido entre o robozinho e o Chrome OS.

26/09/2016 às 11:01

andromeda-shun

Não é de hoje que os boatos acerca da fusão do Chrome OS com o Android circulam pela internet. Dada a evolução do robozinho, que está se tornando cada vez mais flexível questionamentos forma levantados em torno da necessidade de Mountain View manter dois SOs distintos. Na época a gigante desmentiu tudo, embora tempos depois tenha admitido que embora separados, eles ficariam cada vez mais parecidos.

A estratégia inicial do Google era pegar os melhores recursos de um sistema e aplicar no outro. Por exemplo, o Android 7.0 Nougat importou uma excelente característica presente no Chrome OS e no navegador, que são as atualizações em segundo plano: todos os updates são baixados e instalados sem que o usuário perceba, não precisando sequer que o dispositivo seja reiniciado. Por outro lado, o Chrome OS recebeu a Play Store e dessa forma, uma enorme gama de apps do robozinho pode ser executada nos Chromebooks. Isso é muito bom para quem reclamava que os computadores acessíveis não possuíam muitas funções offline, sendo eles basicamente navegadores com hardware acessório (no início isso era bem verdade, mas não mais).

Só que as coisas podem escalar um pouquinho.

android-chrome-os

Existem referências a um sistema que seria um meio de campo entre o Android e o Chrome OS, que até então era conhecido pelo código “Andromeda”, mas as dúvidas pairavam em que tipo de hardware ele seria aplicado, dada a insistência da gigante em afirmar que o robozinho e o SO dos Chromebooks não irão a lugar algum. Porém, a nuvem de incerteza em torno da linha Pixel que inevitavelmente será apresentada no dia 04/10 colocou mais lenha na fogueira.

O código AOSP do Android 7.0, mais precisamente o arquivo SurfaceCompositionTest.java referencia abertamente o Andromeda. Este é um medidor de perfomance gráfica traz também um comentário bem claro sobre o que viria a ser o sistema.

testssurfacecompositionsrcandroidsurfacecompositionsurfacecompositiontest-java-platformframeworksbase-git-at-google-2016-09-25-17-33-41

A parte mais interessante é a referência ao Nexus 9, um hardware de 2014 e que fatalmente não receberá nenhum tipo de atualização ou novo sistema. Como ele foi fabricado pela HTC, o fato de estar sendo utilizado como uma plataforma de testes reforça a possibilidade de que o Andromeda será visto nos novos aparelhos da linha Pixel que serão apresentados na próxima semana, estes também montados pela fabricante taiwanesa.

E para completar, um tweet do SVP para Android e Chrome Hiroshi Lockheimer também reforça essa possibilidade:

Não está 100% claro se o Andromeda é um SO de fato. Há a possibilidade de que se trate mais de uma plataforma de consolidação entre o Android e o Chrome OS, de modo a permitir que eles conversem mais fluidamente. A principal meta seria de tornar o robozinho um sistema mais amigável para laptops em geral e dispositivos híbridos, como o Pixel C; embora como como tablet ele seja interessante, sua performance como notebook não convenceu devido as limitações do Android. E a versão x86 do SO nunca foi lá muito bem vista.

Só no resta aguardar até o dia 04 de outubro, para sabermos com certeza o que o Google está aprontando.

Fonte: 9to5Google.

relacionados


Comentários