Meio Bit » Baú » Hardware » Até os Galaxy Note7 novos estão apresentando problemas nas baterias

Até os Galaxy Note7 novos estão apresentando problemas nas baterias

Unidades do Galaxy Note7 que a Samsung despachou para substituir os propensos a explodir estão com problemas de superaquecimento e descarga rápida.

26/09/2016 às 9:30

galaxy-note7

É, as coisas definitivamente não andam boas para o lado da Samsung. O feature explosivo do Galaxy Note7 causou extensos prejuízos à companhia, que perdeu muito valor de mercado e se viu obrigada a não apenas interromper a venda do gadget, como realizar um recall geral a fim de retirar todos os mais de 2,5 milhões de aparelhos comprometidos das mãos dos donos, antes que ele façam mais estragos.

Na Coreia do Sul o recall já está em andamento desde a semana passada, entretanto aqueles que receberam um aparelho novinho estão se queixando de outro problema, também envolvendo as baterias: superaquecimento.

Como as bombas portáteis da Samsung não param de explodir, a companhia lançou um patch de atualização na última semana que impede os Galaxy Note7 de serem recarregados além de 60%, o que em tese minimizaria a possibilidade dos foblets detonarem. O grande problema é que as unidades supostamente livres do bug não estão livres de problemas como deveria ser. Diversos usuários da Pior Coreia estão reclamando que a autonomia desses devices possui uma funcionalidade muito interessante, a de grill de bolso (é certo que se trata de um fake, mas toda piada tem um fundo de verdade).

O superaquecimento não seria o único problema de tais aparelhos, a autonomia deles também estaria seriamente prejudicada. Os usuários reclamam que a carga dos Note7 substitutos se esvai muito rápido e um deles alega que a bateria sofre decréscimo de 1% de carga por segundo, independente de estar na tomada ou não.

Na última sexta-feira a Samsung veio a público e reconheceu que há “casos isolados” de aparelhos novos com problemas de superaquecimento e autonomia pífia; o porta-voz informou que uma investigação interna já está em curso para isolar e resolver o problema, porém não forneceu maiores dados sobre o que os clientes prejudicados deverão fazer.

O certo é que eles recebam um terceiro gadget com os problemas sanados tão logo a Samsung dê um jeito nessa bagunça, mas eu tenho uma certa desconfiança de que aqueles afetados duas vezes pela presepada da companhia tentarão a sorte pela terceira vez.

Fonte: The Wall Street Journal.

relacionados


Comentários