Meio Bit » Baú » Fotografia » Fuji GFX 50S — médio formato digital para as massas

Fuji GFX 50S — médio formato digital para as massas

E a Fujifilm mostra que não está para brincadeiras e agora tenta abocanhar uma fatia do mercado de câmeras de médio formato digitais.

20/09/2016 às 9:00

fuji-gfx-50s_01

Eu lembro de uma época muito distante, que os mais jovens não viveram, onde os grandes “profissionais” da fotografia social utilizavam câmeras médio formato para registrarem casamentos. E esses “profissionais” desdenhavam daqueles que não utilizavam essas câmeras, achavam que eram trabalhadores menores dentro do ramo fotográfico. Essa soberba de alguns ainda existe em relação a equipamentos fotográficos, mas nos dias de hoje o seu cliente quer que isso se exploda, ele está avaliando o resultado final. Não importa se foi feito com uma câmera intermediária ou full frame avançada,

Mas, as câmeras de médio formato digitais ainda possuem um lugar de destaque na fotografia profissional. São câmeras grandes, pesadas, com grandes sensores fotográficos (e sensor é tudo, aguardem a aula 3 de nosso curso de introdução), imagens com nitidez e detalhes absurdos. Porém, são lentas e geram arquivos gigantescos. Ou seja, um equipamento específico para certos tipos de fotografia, principalmente as executadas em estúdio. Existe um grupo seleto de fabricantes que estão dentro deste mercado, como Hasselblad, Phase One e Pentax, e agora temos mais um.

A Fuji acaba de anunciar oficialmente a sua GFX 50S. A câmera está equipada com um sensor CMOS de 51,4 megapixels de resolução máxima com tamanho de 43,8 × 32,9 mm. Esse sensor é 4× maior que um sensor APS-C já utilizado pela Fuji e 1,7× maior que um sensor full frame. Embora seja a mesma resolução da Pentax 645Z e da Hasselblad X1D, a Fuji garante que o sensor foi desenvolvido recentemente. Para gerenciar toda a potência do sensor, a câmera está equipada com o Pro-X processador. Ainda falando de sensor, a câmera pode fotografar utilizando varias proporções, como 4:3 (padrão), 3:2, 1:1, 4:5, 6:7 e 6:17. Essas proporções já estavam disponíveis em câmeras de médio formato de filme, mas sempre com o inconveniente de limitar a quantidade de fotos que cabiam no rolo de filme.

fuji-gfx-50s-2

A câmera é uma médio formato mirrorless com corpo bem robusto. Como a data de lançamento é apenas no início de 2017 a câmera já vai chegar ao mercado com vários acessórios bem interessantes. Um deles é um visor eletrônico com possibilidade de inclinação (o visor eletrônico da câmera é removível, dando a possibilidade de trocar a peça por algo mais robusto) e um battery grip com botão disparador vertical (pode parecer frescura, mas isso é uma mão na roda para fotografias na vertical). Também já teremos no ato do lançamento 3 lentes construídas com o novo sistema de encaixe G. A primeira, que será vendido como kit da câmera é a GF 63mm F2.8 WR (com ângulo de visão de uma 50 mm). Também teremos a GF 32-64 mm F4 LM WR (com ângulo de visão de uma 25-50 mm) e a GF 120 milímetros F4 Macro R LMOIS WR (com ângulo de visão de uma 95 mm e com estabilização de imagem). Tanto a câmera quanto as lentes são vedadas contra poeira, água e a câmera funciona perfeitamente em temperaturas de até – 10 ºC.

Não há indicação oficial de preço para o equipamento, mas o Dpreview aponta que representantes da Fuji garantiram que o preço alvo para a GFX 50S junto coma lente 63 mm é de menos de US$ 10.000,00. Um preço alto para nós, meros mortais, mas no mundo das médio formato é uma pechincha.

fuji-gfx-50s-3

Fonte: Dpreview.

relacionados


Comentários