Meio Bit » Baú » Games » Estúdio processa jogadores por criticarem seus games

Estúdio processa jogadores por criticarem seus games

Após a Digital Homicide processar 100 usuários por postarem críticas a seus jogos no Steam, Valve decide remover todos os jogos do estúdio que estavam à venda na plataforma.

19/09/2016 às 10:01

the-slaughtering-grounds

Lidar com criação é algo bastante complicado. Por melhor que seja a sua obra, sempre aparecerá alguém para reclamar e se a pessoa não tiver o mínimo de paciência para absorver as críticas, a situação pode ganhar proporções épicas. Então veja o caso da Digital Homicide.

Há alguns meses o estúdio entrou com um processo contra Jim Sterling, onde pede US$ 10,7 milhões sob a alegação de o jornalista os ter “agredido, difamado e caluniado” em um vídeo. Então, quando a coisa parecia que não poderia ficar pior, o responsável pela desenvolvedora, James Romine, resolveu investir contra 100 usuários que deixaram análises negativas de forma anônima no Steam.

Por mais incrível que possa parecer, um juiz federal do Arizona aceitou o pedido de Romine e concedeu uma intimação para que a identidade dessas pessoas sejam reveladas e agora o sujeito está pedindo US$ 18 milhões por injúrias pessoais.

Diante de uma situação tão absurda, a Valve decidiu remover todos os títulos publicados pela Digital Homicide, com a justificativa de que o estúdio está sendo hostil com o Steam e imagino que a essa altura do campeonato a legião de advogados da empresa já esteja preparando uma defesa de respeito para apresentar à corte.

De acordo com uma mensagem publicada no site do estúdio, a atitude da Valve só demonstra a falta de capacidade da empresa de moderar a sua plataforma, sempre colocando o lucro à frente da comunidade, além de corroborar os ataques pessoais que os fundadores estão recebendo.

Alegando não ter condições de se defender sozinho, Romine então publicou um pedido para que algum advogado o ajude nessa tarefa que considero bastante difícil e o que ele afirma é que todo o caso está bastante documentado com screenshots, emails e podendo dar origem a mais de 100 processos.

Confesso não ter conhecimento para dizer se a tentativa de James Romine é válida, mas diante da enxurrada de jogos de baixíssima qualidade que ele publicou no Steam, da tentativa de levantar US$ 75 mil através de uma campanha de financiamento coletivo para bancar os custos do processo e de aparentemente estar atirando para todos os lados, é difícil não pensar em tudo isso como mero oportunismo. Mas é melhor eu parar por aqui, pois não quero ser mais um a entrar na mira do sujeito.


The Slaughtering Grounds Review - Worth a Buy?

Fonte: PCGamesN.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários