Meio Bit » Baú » Software » ThinkFree - Office multiplataforma para netbooks, ironicamente pago

ThinkFree - Office multiplataforma para netbooks, ironicamente pago

24/06/2009 às 3:41

Por mais que digam que não, netbooks são fraquinhos, tanto que a Microsoft não conseguiu empurrar o Vista para eles. Por isso quanto mais otimizadas as aplicações, melhor. Paquidermes como o OpenOffice ou o Microsoft Office não são exatamente Reis da Performance, nesse caso.

Por isso o pessoal da ThinkFree resolveu criar uma suite adequada para netbooks. Com um instalador de apenas 50MB, é enxuta, bem enxuta, e até a tela inicial é elegante:

O ThinkFree Mobile tem versões Windows, Linux e Mac, custa na promoção US$24,95, um valor bem razoável para um software decente:

O programa parece realmente otimizado, o editor de textos levou apenas 8 segundos para entrar. A imagem acima é a interface em tela cheia.

Mas... antes que você meta a mão no bolso, vamos dar uma pesquisada. Será que o paquiderme do OpenOffice, tradicionalmente conhecido por ser um trambolho sequer funciona, na tela mirrada de um netbook?

Ops. Não só entrou em não muito mais tempo (uns 12 segundos) como a interface ficou melhor do que a do ThinkFreeMobile, como podemos ver pela tela acima.

Será que em termos de recursos, a diferença é gritante? Até é, mas o grito é de surpresa. Ambos utilizam, com um documento aberto em torno de 70MB de memória.

Hum. Vejamos: Dois Offices em Java, com tempo de carga semelhante, recursos de um sendo um subconjunto do outro, com o mesmo consumo de memória. Entendem onde quero chegar? Pois é. Se seu netbook roda Linux, principalmente, fique com o OpenOffice mesmo. Se for Windows, escolha entre ele e o Microsoft Works, que costuma vir nos netbooks decentes. Vantagens do Works? 1,4MB de consumo de Memória, na situação de arquivo vazio:

É o mais fraco dos três? Provavelmente, mas como sempre, tudo depende da necessidade de cada um, e no meu caso troco recursos que não vou usar por agilidade.

relacionados


Comentários