Meio Bit » Baú » Fotografia » Kodak vai para o espaço

Kodak vai para o espaço

17/06/2009 às 16:09

Embora esse título já tenha causado várias piadinhas nas listas de discussões no dia de hoje, o fato é que a Kodak vai produzir os sensores CCDs de três câmeras que vão equipar o módulo Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) que vai sobrevoar a Lua e pretende fazer um mapeamento detalhado da superfície de nosso único satélite natural. Os engenheiros do projeto garantem que o detalhamento das imagens vai ser comparado aos dos melhores satélites que fotografam a superfície terrestre. Além de vasculhar partes desconhecidas da Lua, uma das pretensões do projeto é fotografar partes históricas, como o local onde a missão Apollo desembarcou.

Michael Miller, gerente de produção de CCDs da Kodak, afirma que a escolha da empresa para produzir essa parte importante dessas câmeras é um testemunho da durabilidade e qualidade dos sensores da Kodak mediante condições extremas do espaço. Claro que ele não afirmou se acima do ISO 400 eles vão apresentar ruído extremo também.

Agora vamos às piadinhas. Quando esse tema caiu na lista de discussão FotoBrasil (inclusive com o mesmo título desse texto), teve pouca repercussão, mas com algumas tiradas muito engraçadas. Alguns disseram que algumas partes da empresa, como a produção de filmes e papeis fotográficos, já foi para o espaço há muito tempo (maldade), outros disseram que mesmo assim ainda tem lunáticos que compram papéis fotográficos (essa foi maldade ao quadrado), porém, a mais bacana, foi feita pelo Rogério Martins, que afirma que a empresa foi para o espaço quando fez a primeira câmera digital do mundo e guardou para a posteridade, achando que a tecnologia não ia vingar.

Querendo ou não, a empresa perdeu o bonde da história e até hoje está correndo atrás do prejuízo. Quem sabe a indústria espacial possa trazer de volta o padrão de qualidade que estávamos acostumados nos bons tempos.

Fonte: Space Mart

relacionados


Comentários