Meio Bit » Baú » Hardware » The Kindle for the rest of us...

The Kindle for the rest of us...

15/06/2009 às 5:27

Ainda não temos aqueles jornais bacanas do universo Harry Potter, infelizmente, mas seguindo a máxima de que “qualquer tecnologia avançada o suficiente é indistinguível da magia”, estamos chegando lá.

Por hora, o que há de mais avançado é o Kindle, da Amazon, especialmente em sua versão DX: uma tela de 9,7’’, com tecnologia E-Ink (que não gasta energia, exceto ao mudar o estado dos pixels) e pesando pouco mais de meio quilo. A belezinha é capaz de ler vários formatos (pdf inclusive) e tem mais de 3GB de memória disponível para o usuário, o que deve ser suficiente para colocar uns 3 mil livros). Infelizmente, aqui da terrinha, duas coisas nos afastam dessa pequena maravilha tecnológica: a indisponibilidade no mercado local e, claro, o preço. Quase US$ 500,00 (lá!), convenhamos, é meio salgado para a maioria dos bolsos…

Sendo assim, a primeira pergunta que vem à mente de um candidato a comprador de "E-Book Reader" ("livro eletrônico" não é uma boa tradução...) é: existem alternativas? Para a felicidade geral da nação a resposta é um sonoro “Sim!”. Vejamos algumas delas (lembrando que todas têm um conector USB):

Interead Cool-er

cooler-large-fan A novata Interead é uma “startup” inglesa que acabou de lançar seu leitor de e-books chamado “Cool-er”. Além do nome estiloso, o leitor está disponível em 8 opções de cores e tem alguns diferenciais: a bateria de 1000mAh dura “8 mil mudanças de página”, mede 18cm x 12cm x 1cm, pesa 178 gramas (e parece ser o mais leve da categoria). A tela tem as mesmas 6’’ do Kindle 2, mas 8 tons de cinza (contra os 16 das mais modernas). Apesar de não ter acesso à rede celular, como o concorrente da Amazon, isso não faz muita diferença para nós…

Os menus são em Português (além de outras 7 linguagens) e apesar de ter “apenas” 1GB de memória disponível para armazenamento de dados, um cartão SD de até 4GB pode ser usado. Além do formato EPUB, ele também lê PDF, FB2, RTF, TXT, HTML, JPG e MP3. Multi-uso é isso aí.

O preço é mais em conta, também: são US$ 249,00 (lá) e uma biblioteca de mais de 300 mil títulos (segundo a fabricante).

Be-Bookbebook-meer-tekst-uk-small

O Be-Book é muito parecido com o Hanlin eReader V3: uma tela de 6’’, E-Ink, com apenas 4 níveis de cinza. A bateria de 950mAh dura “7 mil mudanças de página” e o petardo mede 18cm x 12cm x 1cm, pesando 220g.

Os menus podem aparecer em várias linguagens (Inglês, Francês, Espanhol, Japonês etc, etc, etc… mas não Português). Além disso, a memória interna é de meros 512MB, mas um conector SD permite cartões de até 4GB, suportanto uma variedade enorme de formatos: PDF, MOBI, PRC, EPUB, LIT, TXT, FB2, DOC, HTML, RTF, DJVU, WOL, PPT, MBP, CHM, BMP, JPG, PNG, GIF, TIF, RAR, ZIP e MP3.

O preço não é tão camarada quanto o do “Cool-er”: são US$ 280,00 (lá). No site de vendas, é possível ter uma idéia da interface.

Foxit eSlick Reader

device10 A Foxit Software, fabricante do conhecido leitor (gratuito) de documentos PDF “Foxit Reader” lançou seu próprio leitor digital de livros: o eSlick Reader. Baseado no mesmo hardware do “Be-Book”, ele usa um processador mais rápido, a mesma tela de 6’’ com 4 níveis de cinza e a mesma bateria, mas é levemente mais fino e mais leve (180g).

Além disso, a memória interna é de apenas 128MB, mas já vem com um cartão SD de 2GB (aceitando até 4GB, no máximo). Apesar de suportar o formato MP3, quando se leva em conta a “leitura” propriamente dita, apenas TXT e PDF estão disponíveis. A empresa, no entanto, disponibiliza seu software “Foxit PDF Creator”, que pode converter qualquer formato capaz de ser “impresso” pelo PC para, claro, PDF.

O preço inicial é de US$ 260,00 e despachá-lo (oficialmente) para o Brasil custa mais US$ 29,00.

Sony PRS-50528951

Sony? Caro, certo? Pois é… são 230,00 Euros! Por esse precinho camarada você pode levar para casa um leitor que mede 12cm x 17,5cm x 0,76cm, pesa 260g e capaz de mostrar os formatos EPUB, PDF, DOC, TXT, RTF, JPG, GIF, BMP, PNG, MP3 e AAC. A tela tem 6’’ e 8 níveis de cinza.

A bateria dura 6800 “viradas de página”. A memória interna é de 192MB, mas ao contrário de todos os outros mostrados, além de um slot SD, também é possível conectar cartões MemoryStick DUO de até 16GB, o que deve dar para uns treze mil ebooks.

Comentei que é caro?

iRex iLiad Book Editioniliadbe_front

Para quem não gostou do preço do produto da Sony, prepare-se: o leitor da iRex custa a bagatela de 500 Euros. Pausa para o suspiro.

O iLiad Book Edition tem uma tela maior, de 8,1’’, com 160 dpi (contra 170dpi da maioria dos outros leitores). No entanto, conta com 16 níveis de cinza e é sensível ao toque, com tecnologia Wacom. Descobriram o motivo do precinho tão em conta?

A memória disponível para o usuário é de 128MB e vem com conectores USB, MMC e CF, indo até 8GB. Um opcional interessante é a interface Ethernet, externa (e, claro, comprada separadamente). O peso é bem maior que o da concorrência: 435g e o tamanho é de 21,7cm x 15,5cm x 1,6cm e suporta os padrões PDF, HTML, TXT, JPG, BMP, PNG, PRC.

É possível escrever notas “à mão livre” e convertê-las para um formato TXT ou DOC, através do software “MyScript Notes”. Uma ótima idéia: já que o preço é salgado, é preciso ter mais recursos disponíveis para o usuário. Desde o Apple Newton eu tenho a certeza de que o futuro é das interfaces “escritas”…

Indeciso? Eu também. No final das contas, não achei nenhum que tivesse uma tela maior que 6’’ por um preço menor que US$ 400,00. Ter a “Folha” e o “Valor” sendo atualizados via rede celular, então, parece um sonho distante. Talvez ainda não tenha chegado a hora de jogar fora meus livros de papel…

relacionados


Comentários