Meio Bit » Baú » Indústria » Internet Móvel Inglesa com Padrão Brasil de Qualidade?

Internet Móvel Inglesa com Padrão Brasil de Qualidade?

13/06/2009 às 15:57

De Dezembro de 2008 a Maio de 2009 foi realizada uma pesquisa envolvendo 1300 usuários de diversas operadoras de telefonia móvel no Reino Unido. O resultado mostra que o acesso mobile está repetindo os mesmos erros e defeitos do início da Internet discada.

Em média a velocidade conseguida é de 24% dos valores anunciados (e cobrados, claro), ficando em torno de 1Mbit. Muito, muito aceitável, se fosse cobrado como 1Mbit, e prometido como 1Mbit. O ping fica na casa de 150ms, inviabilizando jogos online, ou pelo menos fazendo os oponentes acharem que todo mundo é brasileiro. A navegação web fica em torno de 34% mais lenta do que em uma linha física, DSL.

Mas calma, nem tudo são trevas. No período da pesquisa as velocidades de acesso cresceram 11%, vários testes ultrapassaram os 3Mbits de velocidade, e o mais significativo: no horário de 3 da manhã em dias úteis a velocidade média subia para 1,8Mbits, demonstrando que o gargalo era nas células.

No Brasil tenho experiência com Claro, 3G/Edge e Vivo 3G/Edge. No meu caso o resultado é o mesmo do Velox: Quando funciona, atende muito bem. Quando pára de funcionar, vá arrumar algo pra fazer, não esquente a cabeça, não adianta.

Em alguns pontos da Avenida Paulista é virtualmente impossível conseguir ficar conectado mais do que alguns minutos no Vivo 3G, em outros pontos da mesma região fiquei mais de 12 horas online, com link de 1,8, 1,9Mbits.

Na Dutra, chegando em Guarulhos há um buraco negro histórico, NENHUMA conexão de Internet jamais conseguiu ser feita de meu telefone, no local. Já no resto da estrada, a cobertura é excelente, só não funcionando em zonas de sombra, como no meio de serras.

A conclusão do estudo inglês é que o serviço funciona, está dentro de padrões de qualidade bem aceitáveis, e vem evoluindo. Eu diria que as mesmas conclusões podem ser ditas do Brasil, ao menos nos grandes centros. SE você está em uma área bem coberta, pode viver só no 3G e esquecer a linha fixa. Infelizmente o que não é confiável na Internet Móvel no Brasil é justamente a mobilidade. Nunca se sabe se na próxima célula o serviço continuará a funcionar.

É essa qualidade de serviço que precisamos ter. Não velocidade. Estou pouco me lixando se o celular não conecta a 500Mbits baixando todas as temporadas de Meu Querido Pônei (presente pro niver da Fabi) em 20s. Eu quero andar do Ponto A ou Ponto B, usando o Google Maps sem levar na cara mensagem de desconexão a cada 300m, como costuma acontecer hoje em dia.

Via Symbian Freak

relacionados


Comentários