Meio Bit » Baú » Demais assuntos » PS4 sem ARK: Survival Evolved. A culpa é do estúdio ou da Sony?

PS4 sem ARK: Survival Evolved. A culpa é do estúdio ou da Sony?

Criadores do ARK: Survival Evolved voltam a jogar a responsabilidade no colo da Sony e dizem que se o jogo não está disponível no PS4, a culpa é dela. Será?

09/08/2016 às 13:00

ark

Em fevereiro um diretor do Studio Wildcard afirmou que o motivo por ainda não termos uma versão do ARK: Survival Evolved no PlayStation 4 era o fato do console não contar com um programa de acesso antecipado. Vários meses depois, o jogo continua fazendo sucesso tanto no PC quanto no Xbox One, mas isso não parece ter convencido a Sony.

Na tentativa de acalmar aqueles que estão ansioso pela chegada do título ao PS4, um administrador do fórum voltou a jogar a responsabilidade nas costas da fabricante, dizendo que se queremos que isso aconteça, deveríamos cobrar a empresa japonesa.

Sobre o lançamento do ARK: Survival Evolved no PS4, depende da Sony. Fomos informados de que não poderemos lançar o jogo nessa plataforma até que ele seja terminado.

Gostaríamos mais do que nada de tornar o ARK disponível no PS4 o quanto antes, pois já possuímos uma fantástica versão para o PS4 rodando internamente. Se você gostaria de ver isso o quanto antes, por favor deixe a Sony saber, já que infelizmente não é uma decisão nossa.

Tudo bem, eu entendo que o estúdio não possa lançar o jogo sem a autorização da fabricante, mas não lhe parece até um pouco covarde esse showzinho que eles estão fazendo? Primeiro que desde o início a desenvolvedora sabia que não teria autorização para lançar um título inacabado, mas acima de tudo, como fica a responsabilidade do Studio Wildcard nessa história?

Pergunto isso porque, apesar de lançar um jogo inacabado seja algo que se tornou relativamente comum tanto no PC quanto no Xbox One, acho que os responsáveis pelo ARK: Survival Evolved deveriam deixar de lado esse jogo de empurra e tratar de terminar o projeto, algo que parece bem longe de acontecer. Tudo bem, o jogo tem recebido atualizações constantes, mas não é difícil vermos muitos reclamando da má otimização do game e da inclusão de coisas novas, mas não de uma maior atenção à correção de problemas.

Já pelo lado da Sony, acho compreensível que a empresa queira os melhores jogos possíveis no seu console, mas como vi alguém questionando na internet, deveria caber a eles a tarefa de decidir o que e como devemos ou não jogar?

Seja lá quem for o culpado nessa história, é preciso reconhecer o sucesso alcançado pelo ARK, um título que já vendeu mais de 5,5 milhões de cópias e que certamente teria alcançado um número muito maior caso a Sony o tivesse aceitado da maneira como ele se encontra hoje.

relacionados


Comentários