Meio Bit » Arquivos » Robótica e IA » Ciência Profana coloca Hillary Obama e Trump cantando juntos

Ciência Profana coloca Hillary Obama e Trump cantando juntos

Que tal cantar sem ter talento? E cantar sem levantar do PC? Uma empresa está desenvolvendo um software que copia o estilo e a voz de qualquer pessoa e canta uma música como se fosse ela. No exemplo anexo… Donald Trump.

28/07/2016 às 9:00

ram_s2_ep205

Desde o tempo do Kay Power Tools (sim, sou velho assim) faziam sucesso filtros que imitavam estilo de pintores famosos. Agora com a entrada de inteligência artificial pesada na jogada, temos o Prism deixando um monte de gente babando com os feitos lindos que consegue aplicar em fotos, mas essa tecnologia pára aí?

Não. É possível aplicar esses conceitos em outras áreas, e é o que faz a WowTune. Eles desenvolveram um algoritmo inteligente com capacidade de aprendizado que analisa uma voz falada e é capaz de gerar novas palavras. Mais ainda: ele consegue gerar as frases novas, cantadas e no ritmo.

Imagine pegar um trecho de um discurso de Hitler e fazê-lo cantar um baião. Imagine alimentar o software com a discografia do Queen, ensinar uma letra nova e ela ser cantada com toda a voz e estilo do Freddie Mercury.

Note, essa tecnologia de “transferência de estilo” não é uma colagem, é a construção de novos fonemas. Veja um exemplo. Mesmo ainda em fase inicial, prova de conceito, já é assustador em sua possibilidade e hilário nessa execução em particular:


WowTune presents "Obama Leaves" sung by Obama, Trump, Clinton

Fonte: Popular Science.

relacionados


Comentários