Meio Bit » Arquivos » Games » Para fundador da Epic, Microsoft está matando o Steam

Para fundador da Epic, Microsoft está matando o Steam

De acordo com Tim Sweeney, a Microsoft está usando o Windows 10 para tornar o Steam praticamente inútil e que por isso dentro de cinco anos o serviço da Valve estará morto. Ou não.

27/07/2016 às 10:00

steam

Poucas pessoas tem criticando tanto o Windows 10 quanto Tim Sweeney e na sua tentativa de alertar as pessoas sobre os perigos que o sistema operacional da Microsoft trazem consigo, o CEO da Epic Games fez uma apocalíptica previsão para o principal serviço de distribuição digital de games, o Steam.

O risco é que, se a Microsoft convencer todos a usar o UWP (Universal Windows Platform), então eles apagarão os aplicativos Win32. Se eles obtiverem sucesso fazendo isso, então será um pequeno passo para forçar todos os aplicativos e jogos a serem distribuídos através da Windows Store. A partir do momento em que alcançarmos esse ponto, o PC se tornará uma plataforma fechada.

Não significa que um dia eles apertarão um botão que quebrará sua biblioteca do Steam — o que eles estão tentando fazer é uma série de manobras sorrateiras. Eles farão com que seja cada vez mais inconveniente usar aplicativos antigos e simultaneamente, eles tentarão se tornar a única fonte para novos.

Lentamente, ao longo dos próximos cinco anos eles atualizarão o Windows 10 para fazer com que o Steam progressivamente se torne pior e mais quebrado. Eles nunca o quebrarão completamente, mas continuarão o quebrando até que, dentro de cinco anos as pessoas ficarão com tanta raiva por o Steam estar tão ruim, que a Windows Store parecerá uma alternativa ideal.

Bom, vamos lá. Talvez eu nem precise dizer isso, mas apesar de não ter conhecimento técnico para questionar o alto executivo de uma empresa como a Epic, será que estou tão errado por ter ficado perplexo com a declaração de Sweeney? Caramba, eu até fui capaz de imaginá-lo usando um chapéu feito de papel-alumínio enquanto concedia tal entrevista.

Tim-Sweeney Sim, eu entendo que as pessoas não gostem do Windows 10, que odeiem a Microsoft e que evidentemente a empresa queira roubar a maior fatia de mercado possível do Steam, mas a paranoia de Tim Sweeney está atingindo níveis alarmantes e isso fica ainda mais evidentemente quando ele diz que apesar de acreditar nessa possibilidade, pode ser que a companhia não seja tão competente a ponto de colocar seu plano em execução.

Quer dizer, primeiro você acusa uma companhia de estar tentando matar a concorrência (embora em nem veja o Steam como concorrente da Microsoft), para logo depois dizer que se isso não acontecer, foi porque eles não tiveram capacidade de executar o golpe baixo.

Eu sei que alguns dirão que não passo de um “cordeirinho da M$”, mas a verdade é que após um ano usando o Windows 10, não tenho praticamente nada a reclamar do sistema operacional e embora Tim Sweeney tenha dito que os primeiros sinais do mirabolante plano da Microsoft já estejam aparecendo, eu ainda não consegui ver o início da morte do Steam. Muito pelo contrário.

Fonte: PCGamer.

relacionados


Comentários