Meio Bit » Baú » Hardware » Linux faz mal a gatinhos

Linux faz mal a gatinhos

05/06/2009 às 15:57

Não chega a ser algo que vá indignar a PETA (ok, TUDO indigna a PETA) mas é uma boca sacanagem.

A história: O sujeito tem gatos em casa, E plantas. Como todo mundo que já teve gatos sabe, felinos odeiam todas as coisas vivas, incluindo humanos, mas como não podem nos devorar, nos consideram Staff. Plantas fazem parte do pacote, então sempre que podem gatos destróem plantas domésticas.

O cidadão resolveu que não precisava ver as plantas da bancada da cozinha sistematicamente devoradas, então criou um sistema simples e engenhoso:

  • Uma câmera D-Link DCS-900 ligada numa conexão ethernet
  • Um kit de automação doméstica X10
  • Um PC rodando Linux, com alguns scripts em Perl usando a biblioteca Motion
  • Um liquidificador
  • Uma lâmpada estroboscópica

Como funciona:

Quando o script detecta algum movimento na câmera, começa a gravar frames. Em seguida roda o script que envia comandos para o X10, acionando a lâmpada estroboscópica e o liquidificador por três segundos. Outro fato conhecido por donos de gatos é seu horror por ruídos mecânicos altos. Os pulos são no mínimo hilários.

Após o período de 3 segundos as imagens capturadas são unidas via FFMPEG e convertidas sabe-se lá porque, em um filme SWF. O script é sofisticado a ponto de mandar um email com o link do vídeo, para poder ser apreciado remotamente.

Como ex-dono de gatos, eu aprovo. Eles sacaneiam os donos o tempo todo, é justo que nos vinguemos, de forma inofensiva. Outra boa técnica é encerar caprichado o chão. Eles adoram correr e descobrir na última hora que não conseguem mais fazer curvas de 90 graus no estilo Automan.

Para ver os vídeos do Projeto Blender Defender em ação, é só visitar este link.

relacionados


Comentários