Meio Bit » Baú » Mobile » Bubble Zoom do Google facilita o ato de ler quadrinhos no seu gadget

Bubble Zoom do Google facilita o ato de ler quadrinhos no seu gadget

Google Play Livros passa a contar com novo recurso que dá zoom em balões de texto, facilitando a leitura de quadrinhos em smartphones

22/07/2016 às 9:32

bubble-zoom

Ler quadrinhos digitais em tablets é uma experiência muito boa. Se você tiver um modelo entre 7 e 8 polegadas é certo que você conseguirá se divertir muito. Um de 9,7″ é o formato ideal para muita gente e dispositivos gigantes, como o iPad Pro seriam perfeitos não fosse o preço. Para todos os demais há a tela do computador.

Já smartphones é outro papo. A tela, muitas vezes pequena não é a melhor pedida principalmente para quem não enxerga lá essas coisas, pois os balões de diálogo ficam minúsculos. Pois é nesse momento que o Google chega para salvar o dia.

O app do Google Play Livros já havia sido atualizado recentemente para introduzir rolagem vertical, algo que é muito comum em HQs e que não se vê em livros normais, porém como o portfólio do aplicativo é misto é preciso adaptação. Porém nada havia sido feito até agora para tornar a leitura de quadrinhos em smartphones mais confortável, sem ter que ficar dando zoom nas páginas para ler os textos. Para resolver esse problema temos agora o Bubble Zoom, um recurso que usa aprendizado de máquina para identificar os balões de texto e aproximá-los, tornando-os mais legíveis.

Funciona assim: o algoritmo do Google Play Livros vai identificar onde há texto a ser lido e destaca-lo, de modo que basta o leitor dar um toque em cima do balão ou do box que o app dará um zoom apenas naquela porção da página, todo o resto permanece inalterado. Se os algoritmos do Google Fotos são refinados o bastante para reconhecer rostos e objetos, fazer com que seu app de leitura reconheça e destaque um balão de diálogo é fichinha.

Por enquanto apenas usuários do Android terão acesso ao novo recurso; o Google não mencionou quando o Bubble Zoom chegará ao iOS mas é fato que ele será eventualmente lançado, até para não deixar donos de iPads (tradicionalmente os maiores compradores de quadrinhos em lojas digitais) na mão.

Fonte: Google.

relacionados


Comentários