Meio Bit » Baú » Games » E3 2009 • Crise nas montadoras... e o mercado de games reage diferente (Parte 1)

E3 2009 • Crise nas montadoras... e o mercado de games reage diferente (Parte 1)

04/06/2009 às 17:13

Realmente, jogos de carro são sempre uma sensação. Todo ano temos um novo Need for Speed, alguma novidade sobre alguma provável versão de Gran Turismo e outros títulos que nunca faltam. Vamos listar um pouco de cada título que foi mostrado em 2 posts, pois a quantidade de jogos de corrida era muito grande.

Need for Speed Shift: Esperadíssimo, saindo da linha dos tuning cars e entrando na simulação de corrida real. Visual lindo, com visões de dentro do painel e externas variadas. A jogabilidade me deixou chateado, claro que não estamos falando de um jogo final, mas ao pilotar com qualquer um dos 3 carros da demo, a simples ato de manter o carro na pista era algo complexo. Pode ser que o demo não usufruía do Controle de Tração e outra parafernália tecnológica das corridas, mas o problema em si não estava só ai, frear o carro era um briga terrível. Há um sistema de setas (como no Forza 2) que demarca o melhor traçado
do circuito ou se você está rápido demais para tal curva. Mesmo seguindo a risca a demarcação, era bem difícil acertar todas as curvas. Estamos falando de uma versão não final do jogo, mas NFS Shift logo estará no mercado, e agora?

Dirt 2: A Codemasters é uma empresa que cada dia que passa se destaca nos jogos de corrida. A série Pro Race Drive, Colin McRae e no futuro o primeiro fórmula 1 feito por eles. Com Ralie eles sempre dominaram o mercado, a empresa britânica utilizava nada mais nada menos que o melhor piloto dos mais variados terrenos como consultor. Dirt 2 está muito bom, excelentes gráficos, jogabilidade difícil e deliciosa e o que deixou muito a desejar no 1, um multiplayer descente. Jogando-o senti a primeira mudança na sensibilidade do acelerador. Muito sensível, exagerou um pouquinho o dedo no drift, o carro roda mesmo.

Forza Motorsports 3: Já percebi que a Microsoft odeia ser a número 2 em algo. Todos sempre falam que na sombra de Gran Turismo sempre existe um Forza. Portanto, ela veio para realmente brigar com o número 1. Graficamente a mudança é absurda, principalmente nos cenários e nos efeitos visuais dos carros (ponto fraco na série). Jogando você percebe que o jogo está muito afinado com a realidade. A evolução é clara, a sensibilidade de aceleração cresceu muito, antes ela servia mais para uma ultrapassagem, agora ela serve para tudo. Uma tangência de curva com o acelerador no lugar certo pode se tornar uma arma
letal.

Need for Speed Nitro: Exclusivo do Wii, esse jogo totalmente arcade se mostrou bem divertido. Ele lembra um pouco a jogabilidade de Burnout, mesclando com a série Underground do próprio NFS. Os gráficos mesmo se tratando de ser um jogo para Wii, eram fracos. Mas se tratando de um beta em estágio de desenvolvimento, pode-se esperar muito do jogo. A série foi detonada de um tempo para cá nos consoles da Nintendo, tendo em vista isso, eles decidiram fazer um jogo exclusivo como uma espécie de pedido de desculpas, que eu admito que serão aceitas.


relacionados


Comentários