Meio Bit » Baú » Robótica e IA » “Obrigado, humanos. Vocês não são todos horríveis afinal”

“Obrigado, humanos. Vocês não são todos horríveis afinal”

Uma história com final feliz para tentar melhorar 2016. Um pequeno gesto de empatia, feito por um operador anônimo em um ponto desconhecido do oceano, ajudando um simples peixe, também não muito conhecido.

19/07/2016 às 10:31

Young-Boys-Save-Dog-From-Reservoir

A menos que você viva debaixo de uma pedra, e tenha a sorte dela não ter sido explodida pelo ISIS nos últimos dias você viu boa parte do pior que o Homem tem a oferecer. Psicopatas matando policiais para protestar contra o tratamento preconceituoso e a visão estereotipada da polícia, de que negros são violentos; um maluco em Nice dizimando dúzias e dúzias de vidas, usando nada além de ódio e um caminhão, e um golpe aleatório na Turquia que matou mais de 300 pessoas, e vai retroceder o país uns 80 anos.

É muito fácil perder a esperança, ainda mais com o cinismo reinante na internet, mas ontem em meio a isso tudo a SpaceX fez mais um pouso bem-sucedido, muita coisa boa aconteceu no mundo, essas coisas só não são tuitadas. Desgraça vende, boa notícia não.

Gosto muito deste vídeo da Coca-Cola, mostrando que câmeras de segurança não pegam só desgraças.


BBIC — 42 Slide 45 Coke Security Cameras

O vídeo principal entretanto é outro. É bem antigo, e exemplifica um sentimento que está praticamente extinto na internet: a Empatia. Só que ela ainda existe no mundo real, todos os dias pessoas se comovem com o sofrimento alheio, se arriscam e até morrem tentando salvar desconhecidos.

Mais ainda: empatia não é algo restrito a humanos. Enquanto grupos se matam por ter a cor errada ou fingir acreditar no amigo imaginário errado, há humanos que morrem tentando salvar animais em perigo.

Aqui temos uma história com final feliz. Um Marlin idiota se enfiou em uma estação de bombeamento de petróleo. Como a maioria dos peixes ele não evoluiu para nadar pra trás, então não consegue sair. Exausto o peixe se contorce enquanto um robô o encontra, durante uma expedição normal.

O operador poderia enfiar as garras e rasgar o Marlin ao meio, é só um peixe idiota, milhares são pescados todos os anos, mas não. Esse sujeito anônimo que merece um chopp pacientemente posiciona a garra para segurar o peixe gentilmente pela cauda, e o retira de sua prisão.


WhitmoreBenoit — Swordfish Stuck in Oil Rig

Não é nada, é um gesto ínfimo, diante do Grande Esquema das Coisas, mas é a Esperança que existe mesmo no final de tudo, segundo o Lorde Moldador. É a esperança que mesmo diante de um mundo horrível, ainda há gente capaz de Humanidade em meio a tantos humanos horríveis.

Fonte: AllTop.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários