Meio Bit » Baú » Games » A fornecedora de carne de frango que está investindo nos games

A fornecedora de carne de frango que está investindo nos games

Essa semana a Splash Damage foi vendida e um detalhe que chama a atenção é que a compradora é uma companhia chinesa ligada ao ramo de fornecimento de carne de frango.

13/07/2016 às 13:00

gears-of-war-4

Desenvolvedoras de games sendo adquiridas por grandes corporações é algo bastante comum, mas as investidas feitas pela Leyou Technologies tem chamado a atenção de toda a indústria. O motivo disso é que a companhia chinesa até pouco tempo atrás não estava ligada ao ramo de tecnologia, mas sim ao fornecimento de carne de frango.

Tudo começou no ano passado, quando a empresa então conhecida como Sumpo comprou 61% das ações da Digital Extremes, estúdio mais conhecido pelo Warframe, e para mostrar que eles estão mesmo dispostos a explorar esse mercado, anunciaram essa semana a compra Splash Damage. O negócio deverá ficar em algo entre 35 e 150 milhões de dólares.

Sediada na Inglaterra, a desenvolvedora nasceu em 2001 e desde então trabalhou na criação de vários jogos, como o Brink, Enemy Territory: Quake Wars e Gears of War: Ultimate Edition, além de ter contribuído para os modos multiplayer do Return to Castle Wolfenstein, Doom 3, Batman: Arkham Origins e mais recentemente do Gears of War 4.

Vale mencionar que junto com a Splash Damage a Leyou garantiu o controle sobre o Fireteam e a Warchest. O primeiro é um serviço multiplataforma que funciona dando suporte online a diversos games, enquanto que o segundo é uma editora de títulos distribuídos digitalmente.

De acordo com um comunicado emitido pela Leyou, embora eles planejem permanecer no ramo de aves, a indústria dos games continua registrando um bom crescimento e por isso é importante que a empresa consiga diversificar seu ramo de atuação. Portanto, eu não duvido que logo os chineses invistam na compra de outras empresas da área.

A dúvida no momento é se a mudança de controle poderá afetar o desenvolvimento dos jogos, pois se por um lado os estúdios teoricamente terão acesso a orçamentos melhores, estamos falando de novos donos que provavelmente não entendem muito de videogames, estando preocupados apenas com o lucro que eles poderão lhes trazer.

Fonte: The Independent.

relacionados


Comentários