Meio Bit » Baú » Mobile » Outro dia, outro idiota com a brilhante ideia de levar esta case de iPhone para um aeroporto

Outro dia, outro idiota com a brilhante ideia de levar esta case de iPhone para um aeroporto

Fato: a case de iPhone da foto é uma péssima ideia, mas um espertão a levou para o aeroporto de Stansted, Londres. Adivinhe o que aconteceu?

07/07/2016 às 11:01

iphone-gun-case

Desde o 11/9 a segurança pública vive momentos de tensão. Não se sabe quando vai ser o próximo ataque, ninguém está verdadeiramente preparado até que a tragédia aconteça, vide os casos recentes em Paris e Bruxelas. Por essas e outras que eu não acredito nem por um segundo na declaração do ministro da Justiça de que o Brasil não possui a menor possibilidade de ser atacado durante as Olimpíadas. Ao mesmo tempo, um especialista da ONU já apontou que somos um alvo fácil.

Por essas e outras que a paranóia é lugar comum. Existem casos mais do que justificados em que as autoridades usem de truculência para botar juízo na cabeça de alguns tapados. As redes sociais não são exceção, vide a holandesa de 14 anos que aplicou um trote na American Airlines e o intercambista egípcio que ameaçou Donald Trump de morte.

Aeroportos em geral são xiitas extremos no quesito segurança, e isso atinge níveis absurdos como barrar um passageiro por usar uma camiseta do Optimus Prime segurando uma arma, interrogar uma criança por ter o mesmo nome de um suspeito na blacklist ou arranjar encrenca com um veterano da Segunda Guerra de 86 anos, mantendo-o detido por 45 minutos e chegando a confiscar sua Medalha de Honra do Congresso, a maior condecoração do governo dos Estados Unidos. Isso sem falar no caso daquele brasileiro que foi fazer piada com bombas e foi em cana, só que esse foi justificado, bem como o daquela gestora ambiental impedida de ir à Bali participar de um congresso, por conta de um comentário do pai idiota.

A regra é clara, a segurança em aeroportos pratica a tolerância zero: você não faz piada com bombas, precisa tomar cuidado com o que escreve e feito tudo isso, se der sorte não vão cismar com sua aparência.

family-guy-airport-security

Da mesma forma, você não carrega objetos minimamente suspeitos: os seguranças vão encanar até mesmo com uma placa-mãe estilosa, o que dirá então de uma case engraçadinha para iPhone que imita uma arma de fogo? Quem anda com uma dessas no bolso deve se preparar para encrenca, e encrenca em dobro.

Não muito tempo atrás um engraçadinho desses causou um transtorno dos infernos no aeroporto Schiphol, em Amsterdã: vários terminais foram fechados, voos atrasaram e todos os passageiros tiveram que passar por uma segunda checagem de segurança, por causa de um imbecil. E agora fizeram de novo.

Um cidadão resolveu tirar onda com mais um dessas cases de iPhone que imitam armas, desta vez no aeroporto de Stansted em Londres. A polícia de Essex viu a toupeira com o aparelho no bolso de trás e numa situação dessas, não há tempo para pensar se pode ser de verdade ou não (nota: a foto acima não reflete o meliante em questão), trata-se como ameaça e pronto.

O meliante foi sem surpresa barrado pelos seguranças do aeroporto, deve ter tomado uma canseira monumental (não há informes de que ele causou transtornos mas francamente, é muito provável que toda uma problemática tenha ocorrido) e diferente do caso de Amsterdã, a polícia deu a entender que o meliante será processado por ameaça à ordem pública e porte de réplica ilegal de arma. Os britânicos não perdoam.

A polícia londrina, bem como a norte-americana alerta que espertinhos portando tais cases serão tratados como ameaças em potencial, seja em aeroportos ou outros locais públicos com grande fluxo de pessoas, como estações de metrô. Lojas como eBay e Amazon já não os vendem mais, com receio de se complicarem com as autoridades. Mas como a turma do deixa-disso não aprende, que entrem pelo cano com a justiça sem piedade.

Fonte: Twitter da Polícia de Essex.

relacionados


Comentários