Meio Bit » Baú » Internet » Quem diria, Juliana Paes faz mal

Quem diria, Juliana Paes faz mal

28/05/2009 às 19:58

A afirmação surpreendentemente não vem da Apple, mas da McAfee, que realizou uma pesquisa relacionando os termos mais buscados na Internet com os sites mais picaretas. Foram 2600 palavras estudadas, e os resultados foram bem interessantes.

Detectaram um aumento no número de picaretas se aproveitando de esquemas "trabalhe em casa", fruto do crescimento nas taxas de desemprego, principalmente nos EUA, mas outros termos ainda são bem mais perigosos e populares entre os estelionatários.

"Screensaver" por exemplo é uma palavra que em 60% dos resultados leva para sites com malware, e o otá-digo, usuário desavisado irá baixar um programa maligno sem saber, atrás daquelas chatíssimas paisagens prometidas nos spams.

No Brasil, uma das mais perigosas buscas é:

Isso mesmo, Juliana Paes. 30% dos sites que respondem por essa palavra-chave estão ativamente distribuindo malware e contaminando os usuários. Se você usa Windows, precisa estar com os antivirus em dia e respeitar os avisos de segurança. Já se usa Linux não vai ter tempo pra procurar mulher pelada, por estar ocupado recompilando kernel, e se usa Mac, não vai atrás dessas coisas, pra começo de conversa 😉

Os outros termos e seus percentuais de risco:

  • Globo (33,3%)
  • Juliana Paes (30,0%)
  • Google Talk (25,0%)
  • Google Toolbar (25,0%)
  • Orkut (25,0%)
  • Corinthians (22,2%)
  • Palmeiras (22,2%)
  • Tradutor (22,2%)
  • MSN (20,0%)
  • Músicas (20,0%)

Dadas aquelas desgraças dos emoticons animados e os smileys malditos "oh my god!", imaginava que "MSN" estaria bem mais tomado por malware do que 20%. Já "Globo" com 33,3% só pova que o povo é bobo sim.

Agora... alguém pode me explicar "Google Talk" com 25%? Alguém usa Google Talk?

Notem a ausência do São Paulo, entre os times de futebol que levam a Malware. Os hackers são espertos, sabem que Sãopaulino usa Mac, que é imune...

O relatório da McAfee pode ser baixado neste PDF, e é uma boa leitura enquanto você decide se vale a pena arriscar 30% de chance de contaminação, para procurar a versão não-censurada da foto da Juliana.

relacionados


Comentários