Meio Bit » Baú » Filmes e séries » Procurando Dory terá audiodescrição no cinema via app para iOS

Procurando Dory terá audiodescrição no cinema via app para iOS

App Disney Movies Anywhere para iOS fornecerá audiodescrição nas salas de cinema pela primeira vez; Procurando Dory é o 1º filme compatível

17/06/2016 às 13:32

finding-dory

Cada vez mais empresas percebem que pessoas com deficiências físicas também são consumidores. A Netflix levou anos e foi criticada veementemente, mas enfim fez o dever de casa e introduziu audiodescrição em seu catálogo. O que as companhias têm entendido é que essas pessoas não querem piedade, não querem o peixe e sim a vara de pesca. Forneçam as ferramentas e eles se viram.

Falando em peixe, a Disney também está se adequando nesse sentido e Procurando Dory, o 17º filme da Pixar será sua primeira produção compatível com audiodescrição em salas de cinema via app. Mas como assim?

A jogada da Disney é bem inteligente: consideremos que nem todos os cinemas possuem salas com audiodescrição disponíveis; isso é um fato, embora os estúdios e salas se esforcem em se adequar cada vez mais. Por outro lado um cego já está mais do que acostumado a utilizar softwares do tipo com seus smartphones, e sejamos sinceros o iOS é um dos mais inclusivos nesse sentido, o VoiceOver é muito elogiado pelos usuários.

Pois bem: nos EUA a Casa do Mickey tem o serviço Disney Movies Anywhere, disponível em iOS e Android que faz streaming de toda a sua biblioteca de filmes em qualquer dispositivo, e inclusive reconhece e executa o que você comprou no iTunes. Há alguns meses ele foi atualizado com audiodescrição doméstica, permitindo que deficientes visuais em geral possam curtir o seu catálogo sem problema algum, porém a Disney concluiu que dava para fazer melhor.

Agora o app para iOS recebeu novo update, de modo que ele agora é capaz de captar o áudio da sessão de Procurando Dory no cinema e sincronizar a descrição como já fazia em Home Video. Ao usuário basta colocar o fone de ouvido e curtir.

Uma pena que o app ainda não está disponível por aqui para usuários iOS cegos ou com visão reduzida, mas esta é uma ideia que poderia muito bem ser adotada por mais estúdios e salas de cinema: como todo mundo já possui um smartphone e quem precise do recurso nem sempre tem o amigo que descreve o que está acontecendo na tela à mão, essa iniciativa é muito bem-vinda. Isso claro, desde que os lanterninhas entendam que o aparelho celular está ligado por necessidade e não mandem ninguém desligá-los.

Fonte: EW.

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários