Meio Bit » Baú » Fotografia » Facebook pede desculpas por polêmica com foto de modelo Plus Size

Facebook pede desculpas por polêmica com foto de modelo Plus Size

Facebook teve que pedir desculpas por dizer que a foto de uma modelo Plus Size era imprópria. Só que a polêmica é um pouco mais complicada do que isso.

25/05/2016 às 9:00

Tess Holliday

Se você está cansado da modinha do politicamente correto, aqui vai mais uma interessante. Nos últimos tempos temos visto o crescimento de um mercado voltado para mulheres e homens que estão acima do peso. Se você foi gordo a vida toda, como eu, então sabe a dificuldade de achar roupas do seu número. Então a industria têxtil começou a olhar para essa galera e, para fazer sua publicidade, começaram a procurar modelos gordas para as sessões de foto. Foi ai que começaram a aparecer as chamadas modelos Plus Size. Junto a isso, também temos um movimento que visa denunciar a gordofobia. Isso mesmo, pessoas que lutam pelo direito dos gordos não serem discriminados (alguns pontos dessa galera são ridículos, mas volto a esse papo no fim do texto).

Pois bem, a organização feminista australiana Cherchez la Femme teve a ideia de montar um evento chamado Feminism and Fat para discutir a aceitação na sociedade das mulheres gordas. Visitem a página, o texto é “interessante”. A treta começou quando eles decidiram utilizar uma foto da modelo Tess Holliday de biquíni. Assim que a publicidade caiu no Facebook ela foi logo vetada como imprópria. Ao pedirem uma explicação do Facebook pelo fato as meninas receberam a informação que a imagem violou as diretrizes de anúncios da empresa, especificamente as que se referem a Saúde e Fitness. Anúncios como estes não são permitidos uma vez que eles fazem os espectadores se sentirem mal sobre si mesmos. Em vez disso, recomendamos o uso de uma imagem de uma atividade relevante, como correr ou andar de bicicleta.

Ou esta foi uma resposta automática do sistema ou foi feita pelo estagiário que não entende nada de movimentos feministas. Claro que o Cherchez la Femme colocou fogo na discussão e levou a polêmica para a internet. Segundo o grupo o Facebook precisa entender que podemos usar imagens de mulheres gordas para que elas possam alcançar a felicidade do jeito que são.

Vendo o tamanho do enrosco, o Facebook pediu desculpas oficialmente sobre o fato e disse que tudo foi um erro de sua equipe. A imagem não vai contra os padrões de anúncios e tudo aconteceu pelo grande número de anúncios que são analisados diariamente. Nem eu e nem o Cherchez la Femme acreditamos nessa historinha. Agora o grupo exige uma retratação mais específica da empresa.

O problema nesse tipo de polêmica é saber até onde podemos cobrar o Facebook. Estamos falando de uma empresa particular que oferece um serviço “gratuito” para seus usuários e, para você ter acesso, é necessário seguir algumas regras. Elas são rígidas pelo simples fato da impossibilidade de se analisar caso a caso. Então, se você posta foto de aborígenes nuas durante um ritual , ou quando mulheres clamam pelo direito de mostrar seus mamilos na rede, ou quando artistas postam obras de arte que contenham pessoas nuas, quem vai decidir o que é arte, o que é protesto, o que é cultura, ou o que é simples pornografia? Para o sistema, peito é peito e, infelizmente, vai continuar sendo assim.

Por fim, caras meninas feministas. Acho bacana trabalhar a cabeça das meninas que estão acima do peso, acho legal fazer com que elas se sintam bem, acho super positivo que existam políticas para que o mundo se adapte a essa parcela da população (quem nunca ficou entalado em uma roleta de ônibus?), sou a favor de que todo tipo de discriminação tem que ser denunciada, mas, jogar uma de que ser um obeso mórbido é normal é um pouco demais. Enquanto se é jovem tudo é maravilhoso, mas os problemas de saúde aparecem com a idade. Voltar a um peso saudável enquanto se é jovem é muito mais fácil do que em idade avançada. E se você é daqueles que diz que não consegue perder peso fique sabendo que isso é uma desculpa apenas. O processo é doloroso, mas funciona. O problema é que todo mundo quer perder peso e ser feliz ao mesmo tempo. Isso é impossível.

Finalizando, aqui está a cereja do bolo. Depois de toda a polêmica criada, descobriu-se que a modelo Tess Holliday nunca deu permissão para usarem sua foto na propaganda do evento. Alguns grupos adoram bradar sobre os seus direitos, mas não ligam a minima para o direito dos outros.

Fontes: Petapixel, The Guardian

relacionados


Comentários