Meio Bit » Baú » Games » DSi não consegue escapar da pirataria

DSi não consegue escapar da pirataria

14/05/2009 às 12:08

Quando a Nintendo anunciou o novo modelo de seu videogame portátil, o DSi, além de uma ou outra modificação no hardware e a inegável vontade de vender mais e ganhar dinheiro, uma das maiores intenções era eliminar, ou ao menos diminuir a pirataria que assola os antigos aparelhos. Para resolver o problema, o DSi terá constantes atualizações de firmware e não é compatível com o R4, cartucho que permite o uso de jogos piratas. Na teoria, a ideia é boa, mas como era de se esperar, a pirataria já está começando a aparecer no portátil.

Dessa vez, o autor da façanha é um novo flashcard e que possui funcionamento parecido com o antigo, mas que para driblar as travas usará a mesma tática da Nintendo. Quando a empresa lançar uma update que impeça o uso de jogos piratas, os criadores lançarão uma atualização de firmware para o cartucho e o jogador poderá continuar aproveitando ilegalmente seus joguinhos. Você todo pimpão, compra o apetrecho e dias depois os responsáveis param de dar suporte à comunidade, não lançando os prometidos updates e termina com um elefante branco nas mãos. O que fazer? Aproveite e abra uma reclamação no PROCON de sua cidade.

Enfim, mais uma vez os “pirateiros” provam que pouco adianta a indústria lutar contra eles, pois é uma questão de tempo até que as barreiras de segurança sejam derrubadas, lamentável. E por falar nisso, será que a pirataria no PS3 só vai aparecer perto do final da vida útil do console, assim como no Game Cube? Desconfio que muitos que compraram um PS3 não esperavam por tamanha demora, bem feito 😉

dori_nin_14.05.09

[via Kotaku]

relacionados


Comentários