Meio Bit » Baú » Games » Competição colocará IA para duelar no Doom

Competição colocará IA para duelar no Doom

Conheça a Visual Doom AI, uma competição que inteligência artificial para disputar partidas multiplayer no clássico FPS, sendo que os algoritmos usarão apenas informações visuais para isso.

27/04/2016 às 14:31

doom

Em setembro um grupo de participantes tentará descobrir na IEEE Computational Intelligence and Games Conference quem é o melhor num jogo lançado há mais de duas décadas, mas o que chama a atenção na Visual Doom AI é que não serão pessoas que a disputarão, mas sim inteligência artificial.

Além disso, ao contrário do que normalmente vemos nesse tipo de evento, quando os bots utilizam informações presentes nos códigos dos jogos para agirem, aqui o sistema utilizado será o DeepMind do Google, que basicamente funciona utilizando apenas informações visuais, o que evidentemente torna o aprendizado por parte da máquina muito mais complexo.

Para chegar ao grande vencedor serão realizadas duas etapas, com a primeira estando limitada a rounds de 10 minutos em um mapa conhecido e embora os competidores possam coletar munição e itens de recuperação de energia, eles poderão utilizar apenas o lançador de foguetes para atingir os adversários. Aquele que tiver conseguido o maior número de mortes será o campeão. Já na segunda parte a disputa promete ser bem mais complicada, afinal as armas serão variadas e as partidas acontecerão em três mapas desconhecidos.

O evento será uma ótima oportunidade para sabermos o quanto o DeepMind evoluiu em relação ao Doom, pois embora o algoritmo já tenha aprendido a se mover por um labirinto, existe uma enorme diferença entre fazer isso e tentar “sobreviver” ao ataque de outros robôs.


DeepMind — Asynchronous Methods for Deep Reinforcement Learning: Labyrinth

Infelizmente não consegui encontrar informações sobre uma possível transmissão do torneio e para ser sincero, tenho mais vontade de assistir uma competição desta do que qualquer grande torneio de eSports, pois acho que algo assim pode ajudar muito a melhorar a inteligência artificial dos games, área que não canso de falar, é uma das que menos evoluiu nessa indústria.

E pensar que até outro dia nos impressionávamos em ver o DeepMind jogando games do Atari…

Fonte: TechRadar.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários