Meio Bit » Baú » Games » Porque eu não quero ser um técnico

Porque eu não quero ser um técnico

04/05/2009 às 11:34

Se você gosta de futebol e/ou dos jogos de videogame que tentam retratar o esporte bretão, provavelmente já tentou, ou é completamente viciado nos games que te colocam no lugar de um técnico. Ao longo dos anos, muitos jogos nesse estilo foram criados e podemos dizer que atualmente a batalha é entre três séries, a Championship Manager, a Fifa Manager e a Football Manager.

Mesmo sendo fanático por futebol e consecutivamente gostando muito de jogar umas partidinhas no videogame, eu simplesmente não consigo me adaptar a esses simuladores de técnicos. Já tentei diversas vezes jogar vários jogos do gênero, mas após criar meu perfil, escolher a liga e o time que comandarei e tentar organizar o clube, não consigo passar da segunda partida.

dori_05.03.09 Acho a evolução desses jogos muito lenta e mesmo gostando de RPGs (estilo que também demanda paciência), eu não consigo gostar de ter que fazer todo o “trabalho sujo” e na hora em que a bola rola, ter que ficar apenas assistindo as partidas. Assistindo hoje em dia, já que até pouco tempo éramos obrigados a apenas ler descrições do que estava rolando nos jogos (blergh!).

O fato é que acho que sou uma exceção. mesmo dedicando horas e mais horas aos modos Manager e Master League, do Fifa e PES respectivamente, onde também devemos gerenciar um time de futebol, mas de forma mais simples (e jogando as partidas XD), eu não consigo achar a menor graça nesses gerenciadores de futebol. Talvez eu tenha nascido para ser um Romário (mentira, sou muito perna-de-pau) e não um Luxemburgo.

relacionados


Comentários