Meio Bit » Baú » Games » Por que a Nintendo deleta estágios de Super Mario Maker?

Por que a Nintendo deleta estágios de Super Mario Maker?

Nintendo explica os motivos de deletar regularmente estágios de Super Mario Maker criados pelos jogadores e, bem… eles não são dos melhores.

11/04/2016 às 11:32

super-mario-maker-001

Eu amo a Nintendo. Sério, eu reconheço a importância que a companhia teve e ainda tem no mercado de videogames, principalmente por sua capacidade de se reinventar sem a necessidade de apelar para o básico. A empresa acertou em cheio com Super Mario Maker, um dos games (se é que dá para chamá-lo assim… eu me refiro a ele como ferramenta) mais divertidos e inovadores dos últimos tempos e que foi considerado um dos melhores de 2015, pelo simples motivo de transformar cada jogador em um game designer capaz de criar suas próprias fases baseadas em títulos da franquia Mario, e compartilhá-las com a comunidade do Wii U.

Só que há momentos em que não dá para defender a Nintendo. Seu zelo quase doentio por suas propriedades intelectuais, para a empresa “seus bens mais valiosos” (não, nunca foi o consumidor) a impele a tomar medidas um tanto drásticas a antipáticas a fim de “promover uma jogabilidade mais prazerosa” e manter seus games sempre atraentes e “fresquinhos”. Para Super Mario Maker, a estratégia adotada pela empresa a fim de mantê-lo sempre novo é bastante controversa: deletar estágios da comunidade regularmente.

Tal movimento da Nintendo entrou em evidência quando ela inadvertidamente deletou sem misericórdia todos os estágios criados pelo YouTuber David Hunt, mais conhecido pela alcunha “GrandPOObear” e só pelo nome você já deve ter imaginado o motivo. Tudo começou em janeiro, quando um estágio com a palavra “Poo” no nome foi removida sem maiores explicações. Após extensas conversas com o suporte foi prometido que a fase voltaria com o tempo, o que não aconteceu. Para piorar, sua conta passou pelo escrutínio da Nintendo e foi devidamente esvaziada, com todos os estágios e estrelas removidos. Hunt, que depende dos streamings para se manter (outro motivo pelo qual a Nintendo não curte YouTubers, em seu entendimento só ela tem direito a fazer grana com suas IPs) se sentiu como um bode expiatório, o que não deixa de ser verdade.

Só que de lá para cá as coisas se tornaram mais intensas. A Nintendo começou a exterminar uma série de estágios de outros YouTubers e também de outros jogadores da comunidade, mesmo que estes não tivessem nenhuma menção a conteúdo impróprio. Quando um membro da comunidade resolver perguntar diretamente à empresa o porquê de sua fase ter sumido, o suporte enfim esclareceu suas diretrizes que o levam a passar o facão nos estágios:

  • Baixo número de estrelas e downloads: após um determinado período de tempo fases com um baixo número de estrelas e de partidas serão automaticamente deletadas do servidor;
  • Bugs: fases que incluam bugs não previstos pelo criador do estágio ou pelos desenvolvedores serão deletadas. É importante para nós remover estágios com bugs rapidamente, pois ao permitir que eles permaneçam no Course World isso pode levar a impressões negativas dos jogadores, com muitos experimentando estágios de formas injustas não planejadas pelo criador da fase, ou com jogadores reescrevendo os tempos nos Recordes Mundiais;
  • Pedidos de estrelas de outros jogadores: fases que pedem explicitamente por estrelas de outros jogadores serão deletadas (por exemplo, fases, que usam os termos “Like”, “Yeah!”, e o símbolo “★” em seus títulos. Por favor mudem os títulos de fases que incluam esses termos;
  • Conteúdo Inapropriado: fases que contenham material inapropriado, como linguagem ou frases ofensivas serão deletadas;
  • Qualquer outro comportamento que viole o Código de Conduta da Nintendo Network. Por favor notem que violações recorrentes resultarão em penalidades adicionais.

Mais uma vez Nintendo sendo Nintendo, principalmente no que diz respeito a conteúdo inapropriado (com certeza o que causou o extermínio das fases de Hunt) e caça aos bugs, o que pode invalidar uma série de estágios. O mais preocupante é a remoção periódica de estágios não populares, o que pode afetar a grande maioria dos jogadores.

Nem todo mundo é um YouTube com milhares de views ou desenvolvedores consagrados (e outros que andam queimados com os jogadores) e alguns criam seus estágios para si ou familiares. São pessoas que gostam de compartilhar suas criações mais do que desejam de vê-las se tornando populares, mas para a Nintendo o que não bomba não merece ocupar espaço em seus servidores que poderia ser aproveitado por uma criação mais popular.

Isso é uma pena. Super Mario Maker é um belo jogo e caso eu consiga por as mãos num Wii U é um game que farei questão de ter, mas me incomoda o fato de que as fases que eu possa vir a criar podem sumir de uma hora para outra porque a Nintendo as julga impopulares.

Fonte: Nintendo.

relacionados


Comentários