Meio Bit » Baú » Games » Isso não está me cheirando bem

Isso não está me cheirando bem

29/04/2009 às 11:51

Oferecer a maior imersão possível é uma das principais metas da indústria de jogos eletrônicos. Conforme a tecnologia evolui, é natural que surjam capacetes de realidade virtual e controles com sensores de movimento, mas a criação do pessoal da Birmingham University pode ser considerada uma faca de dois gumes.

A equipe liderada pelo professor Bob Stone criou um sistema capaz de liberar odores conforme o jogador passa por certas situações dentro dos jogos. Usando alguns potes repletos de cera de parafina, os testes estão sendo feitos em demos criados usando os kits de desenvolvimento dos jogos Far Cry e Half Life. Alguns dos odores possíveis é o cheiro de pneu queimado e o de pólvora após o disparo de uma arma. De acordo com Stone, “o olfato é o mais subestimado sentido, mas depois da visão, é o mais sentido rico em informação que temos”.

O projeto foi encomendado pelo Ministério da Defesa britânico e usado em diversos jogos que servem para treinar soldados e está servindo para que os cientistas descubram quais odores são capazes de aumentar a percepção das pessoas, já que eles são capazes de ativar certas memórias das pessoas.

Acho que eles não pensaram que alguns game designers gostam de fazer piadinhas que não ficariam muito legais com esse acessório. Conker e o The Great Mighty Poo que o diga.

[via Develope Mag]

relacionados


Comentários