Meio Bit » Baú » Games » Jogos para o Oculus Rift poderão ser vendidos pelo Steam

Jogos para o Oculus Rift poderão ser vendidos pelo Steam

Oculus VR espera fazer do Rift uma plataforma aberta e revela que jogos e aplicativos para ele poderão ser vendidos em lojas externas, como o Steam.

29/03/2016 às 8:30

oculus-store

Esta semana acontece (pelo menos lá na civilização) o tão aguardado lançamento do Oculus Rift e aos poucos aqueles que tiveram a oportunidade de adquirir uma unidade do aparelho estão conhecendo como ele funciona, desde a utilização em si até detalhes considerados menores, como a forma de adquirir jogos e programas para o HMD.

Embora alguns títulos à venda externamente já contem com versões para o Rift, como por exemplo o Elite Dangerous, a maneira mais fácil de ter acesso a jogos adaptados ao dispositivo seria através da Oculus Store. Porém, algumas pessoas podem não se sentir muito confortáveis em comprar por lá e a boa notícia é que a fabricante pretende manter a plataforma aberta, o que significa que os desenvolvedores poderão vender suas criações no Steam ou em qualquer outra loja.

“A plataforma Oculus e a loja foram desenvolvidos para oferecer a melhor experiência e conteúdo, mas também reconhecemos que as pessoas irão querer usar aplicativos que não estão disponíveis na plataforma Oculus ou na loja.

Como desenvolvedor, você não precisa estar na Oculus Store — poderá vender [sua criação] externamente e quando fizer isso poderá usar seu próprio sistema de compras in-app se preferir e não levaremos um centavo. Você também poderá pedir chaves de ativação (sem cobrança de royalties) para vender o seu aplicativo para o Oculus em outras lojas, enquanto o oferece à comunidade através da plataforma Oculus.”

Isso quer dizer que se um usuário adquiriu um jogo através do Steam, o desenvolvedor poderá lhe fornecer uma chave gerado pela Oculus que o permita abrir o título através da tela de início do Rift, sem dúvida um recurso muito bacana que evidentemente serve como incentivo para que as pessoas passem o maior tempo possível utilizando o HMD.

Também é muito bom ver essa tentativa de manter a plataforma o mais aberta possível, sem que os desenvolvedores tenham que perder parte do seu faturamento para isso e embora já soubéssemos que mesmo aquilo que for adquirido externamente funcionaria com o aparelho, isso acontecerá de forma menos objetiva e até mesmo confiável.

Vamos torcer para que o HCT Vive seja tão aberto quanto o Rift, mesmo porque, se um dia o PlayStation VR der as caras no PC, desconfio que a Sony não será tão boazinha quanto a Oculus VR.

Fonte: Oculus VR.

relacionados


Comentários