Meio Bit » Arquivos » Internet » Facebook para BlackBerry: “♪ bye bye, so long, farewell… ♫”

Facebook para BlackBerry: “♪ bye bye, so long, farewell… ♫”

BlackBerry cada vez mais perto de ir a pique: o Facebook retira suporte à plataforma um mês após o WhatsApp pular fora do barco

22/03/2016 às 11:00

blackberry-facebook

O BlackBerry tenta, mas não consegue sair da irrelevância em que se enfiou. A empresa cujo sistema mobile dá ponto de audiência, culpa de sua própria arrogância e incapacidade de aceitar que os tempos mudaram e foi atropelada pelo bonde da história agora perde totalmente o suporte do Facebook, um mês após a empresa ter feito o mesmo com o WhatsApp.

Há quem diga que eu gosto de bater na BlackBerry mas não é verdade. Cada vez que eu leio uma notícia ruim sobre a empresa canadense eu fico triste lá no fundo, porque ela foi vítima de algo que pode atingir qualquer um: arrogância. A companhia, quando ainda se chamava RIM se orgulhava que seus smartphones eram referência no mercado mobile (até porque não possuíam concorrentes) e fortíssimos no mercado corporativo, onde eles sempre se destacaram. Era verdade, mas cometeram o erro de subir no pedestal.

Então em 2007 chegou o iPhone, e em 2008 o Android. Os usuários e principalmente corporações começaram a perceber que muito melhor do que contar com uma plataforma engessada e que se recusava a evoluir (a BlackBerry desdenhou dos rivais por anos e fechou os olhos para as inovações que eles traziam), adotar o método BYOD (traga seu próprio dispositivo) era muito melhor para todos os envolvidos. Resultado, o sistema BlackBerry naufragou.

A empresa bem que tentou com o BB10, que é um sistema muito bom mas o estrago já estava feito. Ninguém mais queria migrar de volta e a participação dela no market share de dispositivos móveis despencou para ridículos 0,1%. Para não sumir de vez a BlackBerry não teve outra escolha a não ser abraçar o Android, embora ainda ache que o Windows Phone poderia ser uma melhor opção; com o sistema da Microsoft ela poderia ser a fabricante número dois, na plataforma do Google ela é só mais uma.

Ao menos o BB10 não foi completamente abandonado: o Passport e o Leap ainda estão por aí. Só que os parceiros não querem mais saber de dar suporte a um SO moribundo: em fevereiro o WhatsApp anunciou que estava removendo completamente o suporte do SO, e agora o Facebook fez o mesmo com a rede social, perdendo funções de sincronização de contatos, compartilhamento de mídia e integração com o BlackBerry Hub. Aos usuários a empresa anunciou um novo app que… redireciona para a versão web da rede.

A BlackBerry diz na postagem que lamenta a decisão da empresa de Zuckerberg, que lutou com todas as forças mas sinceramente, não há mais o que fazer pelo BB10. Ele sofre de ausência aguda de apps (mais que o Windows 10 Mobile) e embora seja competente, não tem como mantê-lo vivo se ninguém quer desenvolver para ele. À BlackBerry só resta mesmo abraçar o Android como sua tábua de salvação ou contrário aceitar a extinção e se remover do mercado mobile, como o CEO John S. Chen já chegou a declarar em 2014.

Fonte: BlackBerry.

relacionados


Comentários