Meio Bit » Baú » Demais assuntos » O Ponto-Zero do Campo de Distorção da Realidade

O Ponto-Zero do Campo de Distorção da Realidade

21/04/2009 às 16:00

Jim Goldman é chefe do Bureau da CNBC no Vale do Silício, mas pelo visto entende menos de tecnologia do que as coisas que crescem em meu umbigo. Sabe-se lá porquê, ele fez uma matéria sobre a guerra publicitária Apple-Microsoft conseguindo falar mais besteiras do que os anúncios mal-pensados da Apple que falei no post anterior.

Ao contrário das alegações inexatas mas ainda questionáveis da Apple, Jim Goldman simplesmente surtou. Diz ele que um PC precisa de US$600 em software para funcionar como um Mac, além de uma visita de um técnico especializado.


Jim fala que um Mac vem com muito mais softwares do que um PC - o que é mais ou menos verdade - mas daí começa a dizer que a bateria de um Mac dura 4x a bateria de um PC, que o monitor é melhor, etc, etc. Então ele começa a falar sobre os softwares inclusos. Vejam a imagem completamente surrealista usada por ele na reportagem:

Isso mesmo. O sujeito primeiro acha que alguém fora do mundo corporativo paga por antivirus (AVG, conhecem?) depois ignora solenemente programas como o Windows Movie Maker, Microsoft Image Gallery, Picasa, Audacity, etc.

Nesse ponto as drogas pesadas começam a fazer efeito. Jim Goldman acha que o PHOTOSHOP vem de graça no Mac.

No vídeo ele diz que como "PCs quebram (coisa que não costuma acontecer com Macs)" você precisa incluir uma visita técnica no pacote.

Claro, afinal é fato público que NENHUM PC comprado em loja, dessas firmas de fundo de quintal como Dell e HP vem com garantia. Somente os Macs, se bem que não precisam, afinal Macs não quebram.

Jim já foi bem criticado antes, ao ser chamado de puxa-saco por Dan Lyons, aka Fake Steve Jobs.

Antes de mais nada eu quero esse Mac com bateria que dura oito horas, e a minha licença do Photoshop.

Depois, como usuário Apple, apaixonado por meu Macbook, peço: Jim Goldman, por favor não nos defenda. Volte debaixo pra pedra que você mora, pare de falar da Apple, bem ou mal. Usuários Apple já são chamados de frutas, esnobes, metidos (nos dois sentidos, vide fruta) e arrogantes. Não nos faça ganhar fama de idiotas também.

Fonte: NeoWin

relacionados


Comentários