Meio Bit » Arquivos » Hardware » Filtro de Linha Ecológico Revolucionário?

Filtro de Linha Ecológico Revolucionário?

21/04/2009 às 14:15

Nos velhos tempos não era fácil ser verde, já hoje em dia até lixo, se pintado da cor certa (verde, claro) vende. Bicicleta, que existe desde que o mundo é mundo, agora é "veículo ecológico", caminhar pela manhã, que era hábito saudável se tornou "salvar o planeta", na mente do ecochato ele é um herói por andar até a padaria, pois poderia muito bem estar pilotando uma mega-escavadeira destruindo florestas, no tipo de maniqueísmo que coloca de um lado o Capitão Planeta, do outro anti-ecologistas que querem dar uma bomba atômica para Hitler.

Quem ganha com isso? As empresas, claro, afinal é muito melhor para o mercado vender uma Sacola Ecológica por R$12,00 do que gastar dinheiro em sacolas de plástico.

Agora a Belkin entrou no hype ecológico: A linha Conserve é uma proposta revolucionária de filtros de linha que trazem a incrível capacidade de... desligar os aparelhos.

A teoria é que muitos aparelhos eletrônicos geram um consumo parasita, mesmo quando desligados. Há aparelhos que realmente abusam, como os decodificadores da Net ou o Nintendo Wii, mas no geral o consumo é desprezível. Mesmo assim, se isso te incomoda, há soluções.

A idéia de um filtro de linha com interruptores é legal, a American DJ vende uma régua com 8 interruptores individuais por US$29,99. Excelente para desligar carregadores de celular, e similares. Mas ela não é verde. Vamos melhorar?

O Belkin Conserve vende o conceito de "verde" por ser desligável. São duas entradas permanentemente ligadas e oito que podem ser desligadas. Mas não individualmente. Para piorar, o liga/desliga é via controle remoto sem fio.

Isso mesmo. E tudo por apenas US$42,54.

Em conclusão: O sujeito paga o dobro por um produto menos versátil, gasta energia alimentando o circuito receptor do controle-remoto, porque não quer mexer o traseiro gordo e se abaixar duas vezes por dia para apertar um botão, mas vai dormir tranquilo, cheio de consciência ecológica?

Nunca estivemos tão perto dos humanos em WALL-E.

Fonte: CNET

relacionados


Comentários