Meio Bit » Baú » Fotografia » Sigma entra na briga pelo mercado Mirrorless

Sigma entra na briga pelo mercado Mirrorless

Sigma entra no mercado de câmeras fotográficas mirrorless com dois concorrentes de peso. Casamento entre o poder do sensor foveon e a possibilidade de utilizar uma quantidade elevada de lentes de alta qualidade.

24/02/2016 às 13:45

sigma_mirrorless

Muita gente afirma, e eu até acredito, que as mirrorless são o futuro dos equipamentos fotográficos. São câmeras leves, compactas, apresentam qualidade de imagem elevada e possuem menor quantidade de partes mecânicas que podem apresentar problemas. O sonho de consumo de muita gente. No meu caso, só precisaria me acostumar com o visor eletrônico.

Porém, mesmo apresentando um potencial gigantesco, apenas a Sony vem apostando de forma pesada neste tipo de equipamento apresentando, inclusive, uma câmera profissional mirrorless (que é a fonte de desejo de muito fotógrafo marmanjo). Pensando nesse vácuo de poder, a Sigma decidiu entrar nesse mundo apresentando (de surpresa) dois novos equipamentos.

Fica aqui uma pequena observação sobre as câmeras da Sigma. Tudo o que foi mostrado até hoje apresentou características interessantes e uma ótima qualidade de imagem, mas a empresa nunca conseguiu uma penetração significativa no mercado. É igual a Pentax: ótimas câmeras, mas você não conhece ninguém que comprou uma.

sigma_mirrorless4

A Sigma está colocando no mercado a SD Quattro e a SD Quattro H. As duas são equipadas com sensores Foveon. Essa é a tecnologia proprietária da Sigma para produção de sensores. Em vez de ter a captação de cor organizada na matriz Bayer (como todos os outros sensores) cada cor primária possui uma camada responsável por sua captação. A SD Quatto está equipada com um sensor Foveon APS-C de 29 megapixels enquanto a SD Quattro H possui um sensor APS-H de 45 megapixels. Segundo a Sigma, por conta das características do sensor Foveon, a resolução e qualidade do sensor da SD Quattro é equivalente a uma câmera de 39 megapixels, enquanto a SD Quattro H equivale a uma câmera de 51 megapixels.

sigma_mirrorless2

Porém, o que chama a atenção é o design diferenciado dos equipamentos. A Sigma fugiu completamente das receitas de bolo do design de câmera mirrorless e entregou um equipamento que, me arrisco a dizer, ficou muito bonito. Do ponto de vista técnico, ambas as câmeras podem fazer imagens em RAW sem nenhuma compressão e apresentam ISO máximo de 6400. As câmeras possuem sistema duplo de foco automático com detecção de fase para velocidade e detecção de contraste para a precisão. Destaque para o visor eletrônico com 2 megapixels e cobertura de 100% do frame. A câmera possui um monitor LCD de 3 polegadas e, logo ao lado, um segundo LCD que fica mostrando constantemente as principais configurações da câmera.

sigma_mirrorless3

As duas câmeras da série Quattro possuem bons atrativos. Uma boa junção entre a qualidade do sensor Foveon e a possibilidade de utilizar objetivas de elevada qualidade da série Art da Sigma. Infelizmente várias informações não foram compartilhadas pela Sigma. Não existe indicação de data de lançamento, preço e nem uma palavra sobre as características de gravação de vídeo (se não tiver vai ser um tiro no pé). Aguardemos mais informações sobre o equipamento.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários