Meio Bit » Baú » Games » Criador diz que por pouco a Xbox Live Arcade não existiu

Criador diz que por pouco a Xbox Live Arcade não existiu

Se hoje temos centenas de jogos à venda no Xbox Live Arcade, devemos agradecer a Greg Canessa, o homem que sempre lutou para que o serviço fosse implementando na família Xbox.

19/02/2016 às 10:00

xbox-live-arcade

A distribuição digital teve um papel fundamental na popularização dos jogos independentes e apesar de normalmente associarmos esses títulos aos computadores, o Xbox 360 foi extremamente importante no crescimento deste mercado, muito devido ao programa Xbox Live Arcade.

Focado na venda de títulos menores ou mais antigos como os clássicos Gauntlet, Ms. Pac-Man e outros títulos da Namco, ao contrário do que muitos pensam o XBLA nasceu lá no primeiro console da Microsoft, inicialmente com os jogos sendo distribuídos por discos e só depois passando a ser vendidos digitalmente, mas se não fosse por um sujeito chamado Greg Canessa, talvez o serviço nunca tivesse existido.

Ele não fazia parte dos planos do Xbox ou do Xbox 360. Esta é um dos fatos menos conhecidos no espaço dos consoles hoje em dia,” contou o idealizador ao IGN. “Embora todos pensem nele como o serviço de jogos que se tornou conhecido nos últimos 10 anos, foi um projeto que cheguou bem tarde ao ciclo do Xbox 360 e supostamente não deveria ter acontecido, e quase não aconteceu.

Segundo Canessa, o desenvolvimento do XBLA teve início em 2002, época em que o movimento indie começou a aparecer nos computadores, assim como o crescimento do interesse do público nos títulos mais antigos. Porém, como o primeiro Xbox não permitia que sua dashboard fosse atualizada, entregar um serviço assim não seria muito fácil e por isso eles optaram por distribuir os títulos fisicamente.

Veio então o Xbox 360 e enxergando um enorme potencial no serviço, Canessa tentou mostrar para os executivos da Microsoft que seria importante ter o XBLA integrada à dashboard do novo console, mas com a empresa preocupada em implementar o sistema de conquistas e conversas por voz, eles não lhe deram muita bola.

Muitas conversas depois, o ferrenho defensor do Xbox Live Arcade teve uma reunião com J Allard, um dos principais responsáveis pela criação do Xbox, e nela o convenceu de que o Xbox 360 poderia ganhar muito com um serviço como aquele. Com isso Canessa recebeu 11 pessoas para lhe ajudar a desenvolver o sistema e graças a essa equipe aqueles que adquiriram o videogame no seu lançamento já puderam conhecer o XBLA.

Ao todo 710 jogos estão disponível por lá, entre eles alguns que estrearam no console da Microsoft, como o Shadown Complex, Braid, State of Decay e Super Meat Boy, e se nós jogadores temos muito a agradecer ao esforço de Greg Canessa, o que dizer dos estúdios que conquistaram muitos admiradores após colocar seus jogos à venda no Xbox Live Arcade?

relacionados


Comentários