Meio Bit » Baú » Mobile » Até as empresas aéreas acham internet em aviões um lixo

Até as empresas aéreas acham internet em aviões um lixo

Que internet em aviões não é lá essa maravilha não é novidade, mas alguns serviços andam tão ruins que o pessoal está processando. E por pessoal entenda a American Airlines, que levou pro pau a GoGo, seu fornecedor de internet embarcada. Não tá fácil pra ninguém.

17/02/2016 às 23:21

worldscrews.blogspot.com

Conhecendo um pouquinho da tecnologia envolvida no projeto de aeronaves modernas, nunca me dei ao trabalho de desligar o celular durante vôos. Coloco em modo avião para não gastar bateria tentando achar uma torre, mas acredite: existe zero chance de um telefone derrubar um avião de US$ 70 milhões.

Só uma vez eu fiz questão de desligar tudo, com medo de o celular interagir com a aeronave. Foi quando entrei em um vôo da TAM com acesso celular a bordo. Os custos eram astronômicos, coisa de R$ 2,00 por um SMS, R$ 9,35 por chamada de voz (mais a minutagem) e 100 kB via GPRS custavam R$ 5,10.

Nos EUA várias empresas agora oferecem internet a bordo via Wi-Fi, a principal fornecedora do serviço de conectividade é a GoGo, mas o resultado é menos que espetacular. Há quem consiga 3 Mbit/s, mas o link médio varia entre 300 kb/s e 600 kb/s. Como a conexão pode ser direta via torres ou via satélite, há casos de latência chegando a vários segundos. YouTube costuma engasgar direto, Skype e outros VOIPs são proibidos e bloqueados.

O custo é alto: um passe individual pode sair por US$ 16,00. Uma assinatura mensal para vôos domésticos nos EUA, sai por US$ 50,00. Pra piorar eles usam aquele esquema de que é fácil se cadastrar mas descadastro exige ligar para central e falar com um de nossos operadores.

Em 2013 eles foram alvo de uma ação coletiva, um monte de usuários descobriu que haviam feito assinaturas, e não comprado acesso de uso único, e isso não especificado.

Agora levaram outro processo, de ninguém menos que a American Airlines. Eles descobriram que a concorrência é muito mais rápida e as promessas de upgrade da GoGo eram só promessas.

Para uma empresa aérea achar um serviço ruim demais para seus passageiros esse serviço deve ser uma caca total.

Não se sabe se a AA vai mudar para a concorrência. Se fizer isso significa que dos 800 aviões que usam a GoGo, esta perderá duzentos. As ações da empresa caíram 43% no dia que anunciaram o processo.

Acho pouco.

Fonte: CNN.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários