Meio Bit » Baú » Hardware » Japão quer robô bípede na Lua em 2020

Japão quer robô bípede na Lua em 2020

06/04/2009 às 13:51

A idéia é do Quartel-General para Desenvolvimento Espacial do Governo Japonês, uma versão real do GAM e da Patrulha Cientifica, que na falta de monstros para combater, desenvolve projetos de exploração do Cosmos.

O projeto prevê uma missão conjunta entre humanos e robôs, provavelmente baseados no grande sucesso que tivemos em Cáprica.

Aqui a fixação japonesa por robôs se torna prejudicial. Não, nada contra nossos amigos mecânicos, as sondas da NASA em Marte mostraram que robôs podem ser excelentes exploradores, mais baratos e mais seguros do que enviar humanos.

Não dá é para enviar robôs humanóides.

Convenhamos, nosso design não é muito inteligente. Nos desequilibramos fácil, qualquer queda é perigosa e para nos levantarmos é um parto. Qualquer troll de internet pode atestar, ser quadrúpede tem suas vantagens, e rodas funcionam melhor ainda. Se o Império usasse tanques gigantes ao invés daqueles AT-ATs em Hoth, a batalha teria sido bem mais fácil.

O que está acontecendo é a priorização de gostos pessoais, no lugar da FUNÇÃO. Isso é tão prejudicial quando deixar nossos preconceitos interferirem com o trabalho. Isso pode acontecer desde no projeto de um robô de exploração espacial, até no mundano projeto de um programinha a ser usado por um setor não-técnico da empresa.

Já vi desenvolvedores dizendo: "Não preciso me reunir com o cliente [interno]. Eles são muito burros e não sabem o que querem. Vou fazer tudo aqui e eles que aprendam a usar".

O cliente pode até não saber expressar o que quer, mas ele conhece os processos e regras de negócio de sua área MUITO melhor do que você. Achar o contrário só leva a infindáveis refações e a robôs pouco práticos.

Pode perguntar a Dick Jones ou a qualquer engenheiro da OCP.

Fonte: AP

relacionados


Comentários