Meio Bit » Baú » Games » Com Godus Wars Molyneux tenta ressuscitar seu maior fiasco

Com Godus Wars Molyneux tenta ressuscitar seu maior fiasco

Peter Molyneux ainda não desistiu do Godus e para tentar ressuscitar o jogo o inglês acaba de transformá-lo num RTS. Será que agora vai?

04/02/2016 às 8:31

godus-wars

Há poucos dias comentei sobre a tremenda sacanagem envolvendo Peter Molyneux, sua equipe e o jogo Godus e na ocasião não me referi aos envolvidos não terem entregado o que prometeram ou das muitas reclamações em relação ao jogo, mas a maneira como eles simplesmente ignoraram Brian Henderson, rapaz que havia vencido uma “promoção” criada pelo game designer, mas que nunca recebeu o prêmio.

Eis que depois de permanecer longe dos holofotes por um bom tempo, o estúdio volta a chamar a atenção dos jogadores com o anúncio do Godus Wars, título que acaba de chegar ao Steam através do programa Early Access e acredite, é a tentativa de Molyneux corrigir um dos maiores fiascos de suas carreira (e olha que não foram poucos).

Disponível gratuitamente para todos que possuem o original, o jogo é descrito como uma mistura de estratégia em tempo real com God Game e de acordo com a desenvolvedora, a ideia de ter dois jogos diferentes — um com um estilo mais calmo e outro com batalhas por todos os lados — estava nos planos de Molyneux desde o início.

Por que não transformarmos o Godus num jogo no estilo RTS com as capacidades de um God Game e a modificação do terreno, um RTS com uma grande quantidade de variações e poderes, com a habilidade de nos aproximarmos de cada batalha de uma maneira diferente?” questionou o inglês através de uma mensagem publicada na página do Godus Wars.

Entre as características presentes nessa versão preliminar do jogo temos mais de 70 estágios; 4 deuses, cada um com suas características; dois tipos de unidades, arqueiros e catapultas; 10 cartas que nos concederão poderes e por mais incrível que pareça, dois deuses adversários, sendo que um deles é o rapaz citado no início do texto.

A promessa é de que o Godus Wars ganhe partidas multiplayer com o passar do tempo, o que sem dúvida deverá tornar tudo mais interessante, mas como se trata de Peter Molyneux e a 22cans…

Não direi que isso chega a ser uma surpresa, mas o título tem sido impiedosamente criticado lá no Steam e confesso que mesmo assim fiquei bem curioso para testá-lo, pois o conceito me parece bacana. Na verdade eu nem achei o Godus tão ruim, mesmo sem ter muito o que fazer nele e antes de entrar na onda de criticar um jogo porque todos estão fazendo isso, como não precisarei pagar por isso tentarei dar uma oportunidade a este Godus Wars.

Fonte: Eurogamer.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários