Meio Bit » Baú » Internet » Twitter não gosta dos serial-followers

Twitter não gosta dos serial-followers

01/04/2009 às 3:13

Curioso como o ser humano é. Alem de ser uma espécie extremamente tribal, alguns humanos se alimentam de aprovação de seus próximos. Quer um elogio maior do que dizer "cara, posso te seguir ?". É exatamente isso que o twitter propicia. Um usuário segue os devaneios de outros, e acaba com isso massageando o ego do seguido.

E isto é uma cachaça. Então agora há gente que busca seguir milhares de pessoas, e muitas destas pessoas retribuem seguindo a pessoa original (confuso, né ?). Eu gosto de chamar esses caras de serial-followers. O twitter estava com uma funcionalidade em testes no sistema chamada auto-follow: quem te segue, automaticamente passa a ser seguido também. Mas hoje foi anunciado o fim desta funcionalidade, que era restrita a algumas contas e a quem pedisse via email.

Já vai tarde. A sacada de usar o twitter de maneira produtiva é usá-lo com moderação. Como o Cris Dias conta, é como participar de um bar. De outra forma, é como tentar beber água de um hidrante, ou entrar no bar e berrar: "Galera, cheguei !" e tentar acompanhar todos as 235 conversas em andamento.

Ainda bem que o pessoal do twitter também concorda e ajuda assim a limitar o ruído que eu não quero escutar. Depois de um tempo considerável, eu passei a entender a utilidade do twitter, e passei a aproveitá-lo melhor. Não sou nenhum expert no twitter (alguem é ?), mas algo que está conectando as pessoas de uma maneira muito maior do que as redes sociais ou IM tem que ser aproveitado.

relacionados


Comentários