Meio Bit » Baú » Internet » Microsoft Encarta segue o caminho dos Dodôs

Microsoft Encarta segue o caminho dos Dodôs

31/03/2009 às 0:34

Houve um tempo em que não havia Internet. Mesmo modems eram opcionais. Os computadores viviam isolados, HDs e memória eram medidos em (poucos) megabytes. Nessa Aurora dos Tempos meu 386 DX 40MHz, com 4MB, recebeu um upgrade de peso: Um kit multimídia com CD-ROM 2X e Soundblaster Pro. Custou, na muamba, US$600,00. Junto veio um CD com a Grolier, uma enciclopédia INTEIRA em um único disco.

Era revolucionário, ficção científica, uma parte do conhecimento acumulado da Humanidade ali, na nossa frente, acessível via uma simples busca. Havia até filminho, uns 10, se não me engano. Resolução mínima, mas coisas como o Hindenburg e o assassinato de JFK (sem o Comediante) estavam lá.

Com o tempo surgiu uma versão melhorada, com tudo que uma enciclopédia em CD-ROM deveria ser: A Microsoft Encarta. Mas era caaaara, gravadores de CD ainda eram raros, então quem tinha a Encarta era cidadão de primeira classe, bajulado por todos e a quem íamos pedir emprestado o CD, para trabalhos de escola, faculdade, etc.

A Encarta evoluiu, todo ano saía uma versão nova, as atualizações eram constantes e o conteúdo excelente. Só que da mesma forma que os lampiões a gás perderam o sentido com a chegada da eletricidade, a Internet veio para tornar uma enciclopédia offline tão obsoleta quanto uma analógica, apesar do que dizem os vendedores da Barsa.

Adaptando-se a enciclopédia da Microsoft conseguiu sobreviver por anos a fio, agregando toda uma suíte de softwares educativos e recursos online, mas... como justificar a manutenção de uma equipe de enciclopedistas, profissionais caros, quando há um modelo de custo zero com muito mais conteúdo, disponível para todos?

Apesar de ser reconhecidamente um bom produto, a Encarta sucumbiu à Wikipedia, ao Google, ao Yahoo e ao Altavista. Agora, em Outubro de 2009 os sites, atualizações e serviços da Encarta deixarão a Internet para entrar na História. Seguirão o caminho do Trumpet Winsock, do Kali, do CU-SeeMe, do IPX/Net5.

Adeus Encarta, e obrigado pelos peixes.

Fonte: Microsoft

relacionados


Comentários