Meio Bit » Baú » Indústria » Hulu, vai tomar vergonha

Hulu, vai tomar vergonha

24/03/2009 às 15:46

Imagine você poder assistir em alta qualidade, via streaming, filmes como Requiem for a Dream (hmmm Jennifer Connelly), Lagoa Azul, Rob Roy, séries como Battlestar Galactica, Heroes (quando era bom), Dollhouse, The Daily Show, ou mesmo documentários clássicos como toda a série Cosmos, de Carl Sagan.

Imagine poder assistir tudo isso legalmente, de graça.

Agora imagine que por pressão de estúdios, burocracia, ganância desmedida e burrice o site que disponibilize isso só esteja acessível ao público norte-americano. Esse é o Hulu.

A mensagem acima é algo que você provavelmente já viu, e verá com muita frequência, pois o Hulu é extremamente liberal em termos de embed, é inclusive usado por vários outros serviços de vídeo.

O site, segundo o TechCrunch, incorporou 10 milhões de usuários, só em Fevereiro, e está em 4o lugar entre os sites de vídeo mais acessados nos EUA. Já ultrapassou Microsoft e Viacom, e agora está atrás do Yahoo!, que exibiu 353.5 milhões de streams de vídeo em 02/2009. O Hulu exibiu 332.5. Na frente temos o MySpace, com 462.6 milhões e em primeiro o YouTube, com 5.3 bilhões.

Se levarmos em conta que o Hulu é especializado em exibir programas inteiros, e tem a audiência restrita aos EUA, os números do YouTube deixam de assustar. Em termos de usuários únicos, o YouTube teve 99 milhões contra 35 milhões do Hulu.

O que segura a expansão? A própria indústria, que não percebe o quanto está perdendo dinheiro. Pombas, se eu colocar um player do Hulu no meu blog, dizendo "assista ao episódio de True Blood com a Anna Paquin pelada" todo mundo ganha. O Hulu pela visitação, o produtor pela exibição, o estúdio pela publicidade que irão veicular (muito justo aliás) e o anunciante. E eu, por ter uma desculpa para rever a Anna Paquin pelada.

Temos demanda de gente que quer consumir, se o conteúdo vier por vias legais, excelente. Eu não baixo torrents do Daily Show ou do Colbert Report. Mas não dá para justificar para uma platéia tecnicamente consciente que um programa leve meses para chegar aqui ou que simplesmente não esteja acessível.

Então, só lamento. Hulu é pra jacu, o resto continua usando Bit Torrent.

relacionados


Comentários