Meio Bit » Baú » Indústria » Apple quer arrancar mais US$ 179 milhões da Samsung

Apple quer arrancar mais US$ 179 milhões da Samsung

Depois de pagar US$ 548 milhões à Apple por processos anteriores, Samsung pode morrer em mais US$ 179 milhões por infrações de patentes em outros aparelhos

28/12/2015 às 9:32

apple-samsung

A Apple e a Samsung não vão se entender nunca. Embora a companhia sul-coreana seja uma sólida fornecedora de processadores para os dispositivos móveis da maçã, a real é que a situação é desagradável para os executivos de Cupertino: como a TSMC não consegue sozinha dar conta da demanda e os profissionais da Samsung já se mostraram capazes de atender às exigências mais de uma vez, ela se vê refém de um concorrente direto.

O sentimento da Apple em relação à Samsung é o de que os coreanos são ladrões e oportunistas, que copiam tudo o que desenvolvem e aplicam a seus dispositivos próprios. Isso gerou o processo em que a maçã venceu ao exigir quase um bilhão de dólares da Samsung, por violação de patentes como Slide to Unlock, sincronização de dados e outras coisas que todo smartphone e tablet tem. Ela tentou argumentar que o retângulo de cantos arredondados era aplicável também, mas a corte achou que isso era um pouco além da conta.

O tempo passou, a Samsung bateu o pé, tentou fazer acordos, mas nada adiantou. No final só conseguiu um abatimento para US$ 548 milhões e foi intimada a pagar de uma vez. Ainda assim os sul-coreanos entraram com um pedido na Suprema Corte, tentando apelar para um reembolso caso a decisão, que ainda será reavaliada seja revertida. Já a Apple defende que mesmo que isso aconteça não devolveria um tostão.

Ainda assim parecia que tudo caminhava para uma trégua entre as partes. Apple e Samsung haviam se comprometido a remover todas as pendengas judiciais nos Estados Unidos, significando que fora este caso e outro julgado em 2014, em que a rival coreana teria que desembolsar mais US$ 119 milhões seriam os últimos a serem avaliados pela corte suprema norte-americana. Fim da história, cada um segue seu lado, certo?

patent

Errado. Provando que o que Cupertino fala não se escreve a maçã entrou com um novo processo, desta vez batendo na tecla que cinco dispositivos citados no processo inicial continuaram a ser vendidos mesmo após a decisão que favoreceu a Apple ter saído. A empresa deseja compensação desde o dia 24/08/2012 até o presente por cada dispositivo vendido, o que chegaria a cerca de US$ 179 milhões em danos causados pela Samsung.

A única coisa que a Apple se esquece é que a juíza Lucy Koh, que já deve estar de saco cheio dessa história ignorou o pedido original de banir os tais dispositivos do mercado norte-americano, o que por si só já inviabilizaria a reclamação. Porém, a maçã pode argumentar por A mais B que a presença dos ditos concorrentes nas lojas infratores prejudicou a venda de iGadgets (hahahahaha) e que por isso merece uma compensação. À Samsung restaria apenas tentar evitar ser obrigada a abrir a carteira. De novo.

Fonte: Reuters.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários