Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Executivo reconhece fraca linha de exclusivos do PS4 em 2015

Executivo reconhece fraca linha de exclusivos do PS4 em 2015

Executivo da Sony reconhece que 2015 foi fraco quando se trata dos exclusivos lançados para o PlayStation 4, mas que no ano que vem a situação será bem diferente.

15/12/2015 às 13:00

uncharted-4

Com o PlayStation 4 tendo ultrapassado a marca de 30 milhões de unidades vendidas e se tornado o console com o melhor início da história da Sony, ninguém será louco de questionar o sucesso do aparelho, mas quando se trata de jogos exclusivos, principalmente os desenvolvidos internamente, mesmo algumas pessoas que possuem o videogame tem se queixado dos títulos lançados até agora.

Eu até acredito que muitos estejam satisfeitos com o que chegou ao PS4 nos últimos meses, mas a partir do momento em que um alto executivo da Sony reconhece esse problema, acho que a situação realmente precisa ser revista. Diretor da divisão australiana da Sony Computer Entertainment, Michael Ephraim disse o seguinte sobre o assunto:

Os jogos que foram lançados este ano, Destiny [The Taken King], Call of Duty, Star Wars — a maioria deles tem uma colaboração para conteúdo adicional se você jogar no PlayStation 4, então estamos muito confiantes com a maneira como o Natal será. A demanda é forte.

Temos trabalhado de perto com as desenvolvedoras externas este ano porque a nossa linha interna não foi tão forte quanto gostaríamos. No próximo ano, nossa linha first party parecerá incrível. Você terá Street Fighter, Uncharted 4, No Man's Sky, The Last Guardian, Gran Turismo. Todos esses serão exclusivos e dois deles serão novas franquias.

Esta por sinal não é a primeira vez que a Sony reconhece a “fraqueza” dos exclusivos para o PlayStation 4, já que em maio o CEO Andrew House avisou que esse seria um problema que o console enfrentaria e de fato 2016 parece bem mais promissor para quem gosta de jogos exclusivos do que o ano que está prestes a terminar.

O interessante no entanto é que tudo isso pode ser uma maneira de confirmar a ideia de que os exclusivos não são tão importantes para a maioria das pessoas na hora de escolher entre este ou aquele console ou que no mínimo aqueles que investiram num PlayStation 4 e estavam pensando nas franquias da Sony não estão muito preocupadas em ter que esperar.

Fonte: Gamespot.

relacionados


Comentários