Meio Bit » Baú » Mobile » Das genitálias desnudas, trolebus e juízes espertos

Das genitálias desnudas, trolebus e juízes espertos

20/03/2009 às 3:19

Na cidade alemã de Karlsruhe uma passageira estava tranquila cuidando da própria vida quando recebeu um aviso no celular; alguém estava enviando uma foto via Bluetooth. Ela aceitou, para em seguida dar de cara com uma imagem (presumo) cabeluda: As partes íntimas de um homem.

Observando a imagem com mais atenção ela percebeu que a foto havia sido feita no trolebus, na cadeira do motorista. Fez a denúncia e o bicho pegou para o motorneiro (trolebus tem motorneiro ou motorista?), de 31 anos que achava que estava dirigindo o BangBus, e o exibicionismo foi parar nos tribunais.

Na Corte o sujeito tentou justificar dizendo que a foto foi feita para a namorada, e que o fato da passageira ter recebido a mesma por Bluetooth foi um problema técnico.

O Juiz não engoliu, e antes da sentença perguntou "O que diabos você estava pensando?".

O sujeito perdeu o emprego e ganhou uma multa de €1,800. Mais tarde ele apelou e ganhou o emprego de volta, preliminarmente, mas o apelo ainda não foi julgado, e o tarado do busão corre o risco de perder o emprego de novo.

Fonte: The Local

relacionados


Comentários