Meio Bit » Arquivos » Games » EA está receosa em relação a realidade virtual

EA está receosa em relação a realidade virtual

De acordo com diretor financeiro da EA, empresa esperará um pouco para ver como se comportará o mercado de dispositivos de realidade virtual.

19/11/2015 às 14:32

Mirrors-Edge-Catalyst

Com os dois principais dispositivos de realidade virtual — Oculus Rifit e PlayStation VR — cada vez mais perto de chegaram ao mercado, me chamou a atenção uma declaração dada por Blake Jorgensen durante a UBS Global Technology Conference.

Ao falar no evento o diretor financeiro da Electronic Arts revelou como a empresa está encarando esse novo negócio e sugeriu que pelo menos neste primeiro momento não deveremos ver títulos criados por eles que explorem os recursos dos HMDs.

Ainda existem alguns desafios e acho que o maior deles é o tamanho do mercado. Nós não fazemos mais jogos para o Wii ou para o Wii U porque o mercado não é grande o suficiente, o PS Vita — produto da Sony — não fazemos mais jogos para ele porque o mercado é muito pequeno, então é tudo sobre o tamanho do mercado.

Como uma das maiores produtoras de jogos temos todos os fabricantes de equipamentos vindo até nós pra tentar nos vender seus equipamentos e nos dando kits de desenvolvimento para tentarmos criar jogos para eles. Então criamos jogos para vários deles, mas realmente esperamos e vemos o quão grande o mercado se tornará.

Ainda segundo o executivo, o problema estaria no risco dos dispositivos de realidade virtual não conseguirem atingir um número considerável de pessoas, algo que poderá acontecer apenas daqui a uns cinco anos, mas que sem dúvida existe um bom mercado para a tecnologia.

Essa postura é interessante, pois mostra uma mudança na política da EA, empresa que outrora foi ao lado da Ubisoft uma das que mais apostava em plataformas em seus inícios de vida. Olhando pelo lado de negócios acho que eles estão certos, mas será uma pena se não podermos jogar um Mirror's Edge Catalyst com o Rift ou o PlayStation VR.

Fonte: GamesIndustry.

relacionados


Comentários