Meio Bit » Baú » Games » Elite: Dangerous, The Fuel Rats e as maravilhas de um jogo online

Elite: Dangerous, The Fuel Rats e as maravilhas de um jogo online

Os serviços prestados por um grupo conhecido como The Fuel Rats mostra porque termos um jogo 100% online não é algo assim tão ruim quanto alguns gostam de defender.

02/11/2015 às 14:31

elite-dangerous

Quando David Braben iniciou uma campanha para financiar a produção do Elite: Dangerous, muitas pessoas contribuíram por acreditarem que estava ali a oportunidade de jogar um excelente simulador espacial. Em partes esse desejo foi correspondido, mas infelizmente houve uma promessa feita pela Frontier Developments que o estúdio não conseguiu cumprir: a possibilidade de jogarmos offline.

De acordo com o game designer, permitir que o título pudesse ser aproveitado sozinho faria com que a experiência deixasse de ser dinâmica e que apenas entregando um título totalmente online eles poderiam fazer com que a exploração fosse igual para todos e que o universo criado por eles pudesse evoluir constantemente.

A discussão sobre jogos 100% online é antiga e embora eu concorde com aqueles que defendem ser injusto não podermos jogar devido a uma queda na conexão ou eventuais problemas/manutenções nos servidores, acredito que existem jogos que realmente podem se tornar muito melhores dessa maneira e o Elite: Dangerous parece ser um desses casos.

Algo que serve para ilustrar isso é o The Fuel Rats, um grupo de jogadores que estão no game com o objetivo de ajudar aqueles que ficaram a deriva no espaço por falta de combustível, algo que é simples de evitar, mas que muitos exploradores acabam esquecendo de fazer ao iniciar uma viagem.

Para solicitar os serviços desse pessoal, os necessitados terão apenas que acessar esta página mantida por eles, informar alguns dados e aguardar o resgate, que de acordo com os membros não terá que ser pago pois o que eles fazem é um serviço de emergência, não uma maneira de ganhar dinheiro virtual com o problema dos outros.

the-fuel-rat

Eles inclusive possuem um tutorial bastante detalhado explicando como proceder no caso de ficarmos sem combustível e avisam para não aceitarmos pedidos de amizade que não sejam daquele que nos resgatará, já que alguns jogadores procuram uma boa oportunidade para atacar pessoas em situações de desvantagem.

O ponto é que algo assim poderia muito bem estar presente num modo offline, com o próprio computador ficando responsável por nos socorrer, mas acredito que não sou o único a achar tudo isso fantástico, pois ajuda a tornar a imersão no jogo muito maior e faz com que o fato de estarmos sempre online seja utilizado de forma a nos permitir contar nossas próprias histórias, tornando a experiência realmente muito mais interessante.

relacionados


Comentários