Meio Bit » Baú » Games » Como Bonnie Ross salvou a franquia Halo

Como Bonnie Ross salvou a franquia Halo

De acordo com Bonnie Ross, quando ela assumiu a direção da 343 Industries, existia a ideia na Microsoft de que a série Halo só renderia mais um ou dois jogos.

28/10/2015 às 14:30

bonnie-ross

Desde ontem os donos de um Xbox One estão podendo jogar o Halo 5: Guardians, sem dúvida um dos principais lançamentos de 2015, mas o que poucas pessoas sabem é que embora esta seja a principal franquia da Microsoft, houve uma época em que a empresa imaginava que ela não duraria por muito mais tempo.

Tudo começou por volta de 2007, quando a Microsoft decidiu deixar que a Bungie voltasse a ser independente e iniciou os planos para fundar a 343 Industries. Naquela ocasião a escolhida para comandar o estúdio foi Bonnie Ross, uma jovem cuja carreira estava em ascensão e que embora seus amigos achassem que essa não seria uma boa ideia, resolveu aceitar o assustador desafio.

Aproveitando que a mídia está de olho na franquia, a game designer concedeu uma entrevista onde revelou os bastidores da criação do estúdio que ficou responsável pela série Halo e o que poderia ter acontecido caso ela não tivesse imposto sua vontade.

As pessoas achavam que, ‘vamos fazer outro Halo ou mais dois e será o fim da franquia’,” revelou a responsável pela desenvolvedora e vice-presidente corporativa do Microsoft Studios. “O que pedi foi: se eu assumir, quero ser o [equivalente ao] George Lucas. Quero controlar tudo e quero fazer as cosias de maneira diferente.

Mas se esta atitude pode parecer até um pouco presunçosa, o então diretor da franquia, Frank O’Connor, disse que foi justamente a paixão de Ross pela série que surpreendeu a equipe que participou do período de transição da Bungie para a 343. Segundo ele, na primeira reunião ficou bastante claro que a moça conhecia muito a marca, tendo lido todos os livros sobre ela e jogado todos os games, uma clara demonstração de que ela era a pessoa correta para assumir o cargo.

Se a franquia realmente seria deixada de lado caso Bonnie Ross não tivesse assumido a 343 Industries, talvez nunca saibamos, mas o certo é que ela tem feito um ótimo trabalho a frente do estúdio e possivelmente ainda veremos vários outros Halos sendo lançados.

Por tudo isso, acho que não seria nenhum exagero afirmar que Ross é atualmente a mulher mais poderosa do mundo dos games, sendo que talvez ela ainda nem tenha chegado ao auge de sua carreira.

Fonte: Bloomberg Business.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários