Meio Bit » Baú » Fotografia » Leica SL — feia e cara

Leica SL — feia e cara

Leica coloca no mercado a Leica SL, sua primeira câmera mirrorless profissional full frame.

21/10/2015 às 12:33

Leica_SL

Muito bem, estamos aqui para entrar em um novo nível de câmeras mirrorless. Não tanto em tecnologia, mas em preço. Sei que muita gente reclamou dos preços dos últimos lançamentos da Sony, mas não encontrei ninguém desdenhando do novo lançamento da Leica. Talvez por conta do nome. Mas, até onde vale a pena ter um equipamento por conta do status e não da qualidade?

A nova Leica SL chega para ser a aposta da companhia dentro do mercado de câmeras mirrorless. Aliás, eu também sinto que esse é o futuro. A câmera possui o corpo todo construído em alumínio, o que garante a tão famosa resistência e durabilidade das câmeras da empresa, e vedado contra poeira e umidade.

Dentro dela temos um sensor CMOS full frame de 24 megapixels. Esse sensor pode alcançar ISO máximo de 50.000 e não possui o filtro low-pass, o que pode garantir maior nitidez nas imagens (mas, sabemos que isso tem um preço). A Leica também garante que ela é a câmera com o foco automático mais rápido do mercado (aguardemos comprovações) e que o buffer interno de 2 GB garante a possibilidade de fazer 11 fotos por segundo. A câmera possui duplo slot de cartão de memória (SD) e pode salvar a mesma foto em JPEG (8 bits) em um cartão e em DNG RAW (14 bits) no outro cartão.

Leica_SL_2

A câmera é equipada com um visor eletrônico de 4 megapixels e com um visor LCD de de 2,95 polegadas sensível ao toque. A Leica SL usa lentes de montagem L e três novas lentes foram anunciadas para a câmera: Leica Vario-Elmarit-SL 24-90 mm f/2,8-4, que será lançado com a câmera, a Leica APO-Vario-Elmarit-SL 90-280 mm f/2,8-4 (início de 2016), e uma Leica Summilux-SL 50 milímetros f/1,4 (final de 2016).

A câmera pode fazer vídeos em 4K com 24 ou 30 frames por segundo, e em Full HD com 120 frames por segundo. Finalizando temos uma conexão para microfone externo, conexão Wi-Fi e GPS.

A nova Leica SL chega ao mercado em 16 de novembro e vai custar US$ 7.450,00 (apenas o corpo). Se quiser levar junto a Leica Vario-Elmarit-SL 24-90 mm f/2,8-4 vai ter que desembolsar mais US$ 4.950,00.

Leica_SL_3

Podemos questionar a qualidade da Leica? Não, claro que não.

Os concorrentes top de linha estão tão longe assim dessa qualidade? Ela seria perceptível em que nível? Qual a relação custo benefício além do status de ter uma Leica?

Fiz essa mesma pergunta para mim mesmo no começo desse ano. Precisava trocar os computadores. Valeria a pena continuar investindo em computadores da Apple? A resposta, na ponta do lápis, foi não, pois para mim não compensava mais o custo/benefício. A nova Leica SL é uma câmera grande, pesada e (me desculpem os fanboys) muito feia.

Quer uma mirrorless profissional e com grande poder de fogo? Continue com a Sony A7R II e seja feliz.

Fonte: Petapixel.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários