Meio Bit » Arquivos » Games » E a Riot continua tentando eliminar os jogadores mal educados

E a Riot continua tentando eliminar os jogadores mal educados

Para tentar combater jogadores com comportamentos tóxicos, Riot Games está os fazendo passar por uma entrevista que visa descobrir pessoas narcisistas.

19/10/2015 às 14:30

league-of-legends

O comportamento tóxico de jogadores em títulos online é algo que costuma ser bastante combatido pelas desenvolvedoras e quando se trata de um título voltado apenas para partidas multiplayer competitivas, essas pessoas podem inclusive prejudicar consideravelmente o sucesso do game.

Depois de partir para medidas extremas como banir e tentar humilhar os chatos que teimam em infernizar e desrespeitar aqueles que só querem se divertir um pouco no League of Legends, a Riot Games adotou outra estratégia para supostamente tentar fazer com que essa praga dos games online mude seu comportamento.

Usando como base um teste desenvolvido no final da década de 70 e que serve para sabermos se uma pessoa é ou não um narcisista, alguns jogadores que foram marcados por estarem incomodando os outros tiveram que passar por uma longa pesquisa para criar um novo usuário, além de terem que participar de 50 partidas com um nome temporário e esperar vários dias até as respostas serem avaliadas pelo estúdio.

Conforme alguns entrevistados revelaram, eles tiveram que dizer por exemplo quantas vezes na última semana se envolveram em situações como entrar numa briga por se sentir bravos, se encorajaram outras pessoas a brigarem ou se disseram algo sobre alguém para fazer com que as pessoas rissem. Além disso, eles foram questionados sobre se acharem melhores ou piores que os outros, se consideram-se pessoas especiais ou se tentam aparecer se tiverem uma chance.

Embora tudo isso indique que eles estejam tentando fazer os trolls repensarem seus comportamentos ou até os vencer pelo cansaço, pode ser que no fundo a Riot esteja apenas estudando esses jogadores, fazendo um levantamento para compreender o que leva um sujeito a entrar num jogo apenas para xingar tudo e todos, e provavelmente se achando muito engraçado/valente por causa disso.

Registrando uma média de 30 milhões de jogadores diariamente, é natural que o League of Legends conte com uma grande quantidade de pessoas irritantes, mas isso não significa que a desenvolvedora possa fazer vista grossa e como o jogo costuma figurar nas listas daqueles com as piores comunidades, é natural que muitos novatos sintam-se intimidados a tentar jogá-lo.

Fonte: Motherboard.

relacionados


Comentários