Meio Bit » Baú » Games » EA não quer trabalhar com remasterizações

EA não quer trabalhar com remasterizações

COO da Electronic Arts explica porque a empresa não planeja lançar versões remasterizadas ou remakes de seus clássicos. Estaria a EA finalmente mudando?

19/10/2015 às 8:30

mass-effect

As pessoas tem todo o direito de odiar a Electronic Arts, de acharem que ela é a pior empresa do planeta ou de que quando os portões para o inferno forem abertos, ele aparecerá lá na sede da editora. Porém, na minha opinião eles tem mostrado que estão tentando mudar essa imagem.

Ao dizer isso nem estou me referindo a defesa da igualdade entre funcionários, a promessa de que não farão mais aquisições ou a quebra de paradigmas com um jogo de peso como o Star Wars: Battlefront, mas sim a tentativa de melhorar suas criações, algo que pode ser notado por exemplo na interrupção dos lançamentos anuais da franquia Need for Speed.

Também ajuda a passar essa impressão o fato da EA não ter entrado de cabeça nessa onda de relançamentos, ignorando (entre vários outros) os pedidos por versões melhoradas da trilogia Mass Effect e Peter Moore explicou porque essa é uma estratégia que eles não estão dispostos a adotar:

Parece como se estivéssemos lançando algo porque estamos sem ideias… Acho que não encontraremos tempo para fazer remakes. Somos uma companhia que gosta de seguir adiante. Para muitas companhias, os remakes são uma maneira de aumentar a receita. Tem custo baixo, são propriedades intelectuais que já estão por aí, você pode remasterizar e é fantástico. Nós não fazemos isso. Não acho que isso jamais esteve em nossa cultura.

O COO também criticou a retrocompatibilidade, dizendo que se antigamente o recurso era usado como argumento para que os jogadores convencessem suas mães a comprarem um novo console, hoje ele praticamente não tem utilidade, já que os jogos antigos acabam jogados numa gaveta ou postos à venda no eBay.

Em relação a esta última parte eu prefiro simplesmente ignorar, pois sei que sou minoria ao dizer que adoro títulos de outras épocas e que acho triste a própria indústria não valorizar seu passado. Já quanto aos remakes e remasterizações, confesso ter sentimentos contraditórios em relação a esses relançamentos.

Por um lado acho muito bom que as pessoas tenham a oportunidade de jogar títulos mais antigos, principalmente aqueles que foram lançados antes da geração passada. No entanto, acho que as empresas estão abusando da boa vontade do consumidor e seja por falta de criatividade, seja por querer ganhar dinheiro facilmente, acho sim que algumas estão passando um pouco do limite.

Fonte: IGN.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários