Meio Bit » Arquivos » Filmes e séries » Reboot de WarGames? NOOOOOO!!!!

Reboot de WarGames? NOOOOOO!!!!

WarGames é um raro filme de Guerra Fria que sobrevive ao teste do tempo, mas agora querem matar de vez. A MGM vai lançar, junto com uma startup modernosa uma versão em vídeo, digital e interativa “modernizando” a trama. Tenha medo, tenha muito medo.

16/10/2015 às 20:12

wargames-08

DENÚNCIA! O IMSAI 212A da foto é FALSO, na verdade é um Cemerterk 212A. #HOLLYWOODMENTE

WarGames é um daqueles raros filmes onde tudo dá certo, história certa na hora certa, atores certos nos lugares certos, roteiro certo na mão do diretor certo e a totosinha da Ally Sheedy fazendo uma mocinha que curte Nerds.

Ao contrário da quase totalidade de filmes da Guerra Fria, WarGames não mostra russos como inimigos e, ao contrário da quase totalidade dos filmes com computadores vilões, o WOPR não é um monstro malvado muhahahah.

É um filme onde um computador normal faz o que é programado para fazer, simular cenários de combate e tentar vencer uma guerra com a União Soviética. Só que ele é conectado ao sistema de defesa real, e não sabe mais que deve apenas fazer simulações.

David Lightman está longe de ser um Hackerman, ele só quer achar os BBSs das empresas de videogames e baixar os jogos ainda não-lançados, seu genial sistema de invasão se resume a discar todos os números de uma região, e identificar quais foram atendidos por modems.

Ele deu a sorte, ou azar (mais azar) de achar um número de acesso do WOPR, o tal supercomputador do Depto de Defesa, iniciou um jogo de Guerra Total Termonuclear e quase destruiu o mundo, sem querer.

WarGames foi pioneiro em vários campos, e teve muita informação sigilosa repassada para o roteirista. Algumas cenas do filme são recriações de casos reais, como lançamentos causados por simulações, aviões-fantasma e gente sem saber se os dados eram reais ou não.

6568_1

O pessoal da Montanha Cheyenne ficava morrendo de inveja, o NORAD nunca foi nem de longe assim.

O mais surreal, entretanto, é que o momento mais tenso do filme, quando o WOPR tenta achar os códigos de lançamento dos mísseis, na vida real seria totalmente desnecessário. Quando o Pentágono foi obrigado a incluir códigos de lançamento nos consoles dos silos de mísseis, instalou os equipamentos, mas os códigos eram “00000000”.

O filme é excelente ainda hoje, mas é uma obra fechada, mesmo que em 2008 tenham lançado o desnecessário WarGames 2 — The Dead Code. Como, você não viu? Meu caro, NINGUÉM viu.

Calma, é o trailer do clássico.

Movieclips Trailer Vault — WarGames Official Trailer #1 - Dabney Coleman Movie (1983) HD

Agora uma tal de Interlude se associou à MGM pra criar um “curta digital” que seria uma “atualização” de WarGames para as gerações atuais.

O projeto tem a revolucionária proposta que todo mundo já fez antes de ser uma espécie de filme interativo onde a plateia escolhe o caminho que a trama seguirá. Lembrou daqueles livrinhos “escolha sua aventura”? Eu também.

WarGames não precisa de remake ou adaptação, muito menos virar cobaia de “experimentos em novas mídias”. A única coisa que vão conseguir com esse projeto é diminuir o legado do filme. WarGames de 1983 fez com que uma geração inteira se interessasse por computadores. Esse WarGames de 2016 no máximo vai inspirar textão xingando muito no Facebook. Ou no MeioBit.

Fonte: Interlude.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários