Meio Bit » Baú » Games » Teria a Nintendo perdido sua relevância?

Teria a Nintendo perdido sua relevância?

Pela primeira vez a Nintendo fica fora de lista com as 100 marcas mais influentes e surge a pergunta: estaria a empresa perdendo sua relevância?

06/10/2015 às 8:31

mario

Desde 2001 a Interbrand publica uma lista com as 100 marcas mais influentes do planeta e após divulgar a seleção deste ano, pela primeira vez vimos que a Nintendo não foi uma das escolhidas. Seria este portanto um forte indício de que a companhia japonesa perdeu sua relevância?

Segundo o CEO da divisão japonesa da empresa de consultoria, Yuki Wada, a BigN ficou de fora por não ter conseguido continuar entregando mudanças para a vida das pessoas, com a demora para anunciar sua aposta no mercado mobile tendo sido outro fator que a atrapalhou bastante.

Citando o aumento do faturamento de gigantes como o Facebook e a Amazon, empresas que souberam adotar rapidamente mudanças de comportamentos, a Interbrand ainda levou em consideração para a elaboração da lista a performance financeira das companhias, assim como a expectativa delas faturarem e tudo isso acabou pesando contra a Nintendo.

Para piorar a situação da Casa do Mario, podemos ver a Microsoft figurando na 4ª posição e a Sony na 58ª, mas não há como ignorar o fato de que ao contrário dela, ambas possuem negócios que vão muito além dos videogames e que certamente lhes ajudam muito a ter suas marcas expostas.

De qualquer forma, essa ausência da Nintendo entre as top 100 serve como um forte indicativo da situação complicada por qual a empresa tem passado, com o Wii U amargando um distante terceiro lugar na guerra dos consoles, tendo de encarar uma mudança de presidência, estando prestes a lançar um novo videogame e ensaiando uma entrada no mercado de tablets e smartphones.

Tudo isso serve para justificar a possível reinvenção por qual a BigN deverá passar, mas antes de declararmos a ausência na lista como o início do seu fim, lembre-se que estamos falando de uma empresa centenária e que já passou por vários outros momentos muito complicados.

Com a possibilidade de eles faturarem bastante nos dispositivos mobile, com as franquias poderosas que possuem, com os Amiibos vendendo como água no deserto e até uma possível volta aos cinemas, se tem uma coisa que aprendi ao longo dos anos acompanhando a indústria de games é: nunca, jamais subestime a Nintendo!

Fonte: The Japan Times.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários